Clique e assine por apenas 8,90/mês

Latin NCAP faz duras críticas ao Renault Clio

Modelo produzido na Colômbia passa a ter zero estrela

Por Rodrigo Furlan - Atualizado em 9 nov 2016, 14h33 - Publicado em 24 jun 2015, 13h51
seguranca

O Programa de Avaliação de Carros Novos para a América Latina e Caribe (Latin NCAP) divulgou um comunicado nesta quarta-feira (24) fazendo duras críticas ao Renault Clio produzido e vendido no mercado colombiano. Por conta da ausência de airbags (não estão disponíveis nem de modo opcional), o hatch teve sua cotação de segurança reduzida a zero estrela.

A entidade destacou que o modelo (Clio Mio) já havia recebido a pior cotação possível em 2013, mas, na ocasião, a Renault havia se comprometido a oferecer somente uma versão com airbags frontais – a qual foi testada posteriormente e recebeu três estrelas.

Agora, de acordo com o Latin NCAP, a Renault voltou a assumir o compromisso de incluir as bolsas de ar infláveis no Clio colombiano a partir de fevereiro de 2016. Até lá, sua avaliação seguirá zerada.

Atualização às 17h30

A Renault do Brasil emitiu nota explicando que o modelo vendido por aqui cumpre as exigências do mercado, com airbag duplo e freios ABS de série. Veja abaixo na íntegra:

“Não há alteração no Clio vendido no Brasil. O modelo continua sendo produzido na Argentina e traz de série airbag duplo (motorista e passageiro) e freios ABS, cumprindo as exigências do mercado brasileiro.”

Continua após a publicidade
Publicidade