JAC J5 elétrico tem mais autonomia que o Nissan Leaf

Sedã chinês percorre até 500 km por carga, de acordo com a fabricante

2019-jac-iev-a50 Versão elétrica recarrega 80% da bateria em uma hora e meia

Versão elétrica recarrega 80% da bateria em uma hora e meia (Divulgação/JAC)

Atualmente a China é o maior comprador de veículos elétricos do mundo e tem a liderança na fabricação de baterias.

Não surpreende que as fabricantes chinesas estejam tão empenhadas na eletrificação de seus carros.

Uma delas é a JAC, que apresentará no Salão de Pequim, em abril, o iEV A50 – a versão 100% elétrica do sedã médio J5.

2019-jac-iev-a50 Linhas gerais são as mesmas do J5

Linhas gerais são as mesmas do J5 (Divulgação/JAC)

Poderia ser apenas mais um carro elétrico, não fosse pela bateria de íons de lítio de 60kWh. Ela garante autonomia de até 500 km, de acordo com a JAC. Estima-se que isso represente 400 km por carga no mundo real, o que já é um ótimo número.

Uma versão com bateria menor, de 47 kWh, tem autonomia anunciada de 330 km.

Para efeito de comparação, a nova geração do Nissan Leaf – o elétrico mais vendido do mundo – tem autonomia anunciada de 378 km. O número otimista segue o padrão de medição europeu.

De acordo com medições padronizadas no sistema americano, o Leaf pode rodar até 240 km com uma carga completa. Logo, no ciclo americano, a autonomia do JAC também seria menor.

2019-jac-iev-a50 Versão elétrica tem enorme tela sensível ao toque no console

Versão elétrica tem enorme tela sensível ao toque no console (Divulgação/JAC)

Instalada na traseira da carroceria, a bateria tem modo de recarga rápida, o que permite a recuperação de 80% de sua carga em 1h30.

O motor elétrico, por sua vez, é instalado na dianteira. Ele gera 150 cv e permite que o sedã alcance 150 km/h (velocidade máxima).

2019-jac-iev-a50 Quadro de instrumentos digital exibe informações do sistema elétrico

Quadro de instrumentos digital exibe informações do sistema elétrico (Divulgação/JAC)

Por dentro, o iEV A50 guarda algumas semelhanças com o J5 convencional. Volante e parte do painel são os mesmos, mas a tela vertical de 10,4 polegadas, que permite configurar o carro e exibe imagens do sistema de câmeras 360°, e o quadro de instrumentos digital são exclusivos do elétrico.

O seletor de marcha, que parece inspirado nos BMW i, também é próprio do elétrico.

2019-jac-iev-a50 Motor elétrico é instalado na dianteira, mas baterias estão posicionadas na traseira

Motor elétrico é instalado na dianteira, mas baterias estão posicionadas na traseira (Divulgação/JAC)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Falando Pelo Carro

    Já pensou sendo vendido aqui no Brasil por menos de 100 mil? teria uma fila quilométrica de espera para comprar esse carro.

  2. andersondf Anderson

    Enquanto os outros países incentivam os carros elétricos, os políticos brasileiros não fazem nada.