Clique e assine por apenas 8,90/mês

JAC J5 elétrico tem mais autonomia que o Nissan Leaf

Sedã chinês percorre até 500 km por carga, de acordo com a fabricante

Por Henrique Rodriguez - 28 fev 2018, 13h41
2019-jac-iev-a50
Versão elétrica recarrega 80% da bateria em uma hora e meia Divulgação/JAC

Atualmente a China é o maior comprador de veículos elétricos do mundo e tem a liderança na fabricação de baterias.

Não surpreende que as fabricantes chinesas estejam tão empenhadas na eletrificação de seus carros.

Uma delas é a JAC, que apresentará no Salão de Pequim, em abril, o iEV A50 – a versão 100% elétrica do sedã médio J5.

2019-jac-iev-a50
Linhas gerais são as mesmas do J5 Divulgação/JAC

Poderia ser apenas mais um carro elétrico, não fosse pela bateria de íons de lítio de 60kWh. Ela garante autonomia de até 500 km, de acordo com a JAC. Estima-se que isso represente 400 km por carga no mundo real, o que já é um ótimo número.

Continua após a publicidade

Uma versão com bateria menor, de 47 kWh, tem autonomia anunciada de 330 km.

Para efeito de comparação, a nova geração do Nissan Leaf – o elétrico mais vendido do mundo – tem autonomia anunciada de 378 km. O número otimista segue o padrão de medição europeu.

De acordo com medições padronizadas no sistema americano, o Leaf pode rodar até 240 km com uma carga completa. Logo, no ciclo americano, a autonomia do JAC também seria menor.

2019-jac-iev-a50
Versão elétrica tem enorme tela sensível ao toque no console Divulgação/JAC

Instalada na traseira da carroceria, a bateria tem modo de recarga rápida, o que permite a recuperação de 80% de sua carga em 1h30.

Continua após a publicidade

O motor elétrico, por sua vez, é instalado na dianteira. Ele gera 150 cv e permite que o sedã alcance 150 km/h (velocidade máxima).

2019-jac-iev-a50
Quadro de instrumentos digital exibe informações do sistema elétrico Divulgação/JAC

Por dentro, o iEV A50 guarda algumas semelhanças com o J5 convencional. Volante e parte do painel são os mesmos, mas a tela vertical de 10,4 polegadas, que permite configurar o carro e exibe imagens do sistema de câmeras 360°, e o quadro de instrumentos digital são exclusivos do elétrico.

O seletor de marcha, que parece inspirado nos BMW i, também é próprio do elétrico.

2019-jac-iev-a50
Motor elétrico é instalado na dianteira, mas baterias estão posicionadas na traseira Divulgação/JAC
Publicidade