Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Honda Fit e Civic saem de linha no Brasil antes do fim do ano

Fabricante japonesa confirmou oficialmente o fim da produção nacional dos seus dois carros de maior sucesso; O Civic voltará a ser vendido em 2022

Por Isadora Carvalho Atualizado em 12 nov 2021, 20h18 - Publicado em 12 nov 2021, 20h17

A Honda vai abrir mão de dois dos seus principais carros que vende no Brasil para abrir espaço para o lançamento da nova geração do Honda City, que terá carrocerias hatch e sedã. Enquanto o Civic terá sua produção nacional encerrada nos próximos, o Fit sairá de linha em dezembro.

Black Friday! Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 6,90

Nesta quinta-feira (11), a marca japonesa confirmou o fim da produção dos dois modelos antes que o ano acabe. Enquanto o Honda Civic passará a ser importado em 2022 em versões com motor 1.5 turbo e híbrida, caberá ao Honda City Hatch a ingrata missão de ocupar a lacuna deixada pelo monovolune. 

O Honda Fit completou maioridade no Brasil esse ano. Sairá de linha após 18 anos ininterruptos de venda e mais de 600.000 unidades vendidas no Brasil. Também é dele o recorde de conquista do prêmio Os Eleitos, que venceu por quatro anos consecutivos, entre 2004 e 2007.

Honda WR-V 2021 Teste
O modelo 2021 ganhou novos faróis com projetores em LED Divulgação/Honda
Continua após a publicidade

O monovolume foi vitimado pelo motor 1.5 16V flex, que não cumpre com as exigências do Proconve L7, que entra em vigor na virada do ano. A Honda decidiu não atualizar a mecânica do monovolume. Até aí, tudo bem: não é o único carro com esse mesmo problema.

Contudo, a Honda decidiu atualizar o WR-V, que mecanicamente é idêntico ao Fit. A fabricante japonesa está, claramente, tentando facilitar a vida do City Hatch, que estará nas lojas já em março de 2022. Afinal, também cancelou a produção local da nova geração do Fit.

O fim do Civic nacional

Honda Civic Touring 2020

Está confirmada também a paralisação da produção do Civic nacional. Após 24 anos de produção local, o sedã virá importado em sua décima geração e só desembarcará por aqui no segundo semestre de 2022.

Portanto, pela primeira vez a marca japonesa não terá em seu portfólio um sedã médio para rivalizar com o Toyota Corolla – ainda que por pouco tempo. Só não crie grandes expectativas: é esperado é que o Civic importado tenha preços proibitivos. 

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

A edição 750 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
A edição 750 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade