Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Holandeses inventam caixa de marchas sem rodas dentadas

Sistema foi originalmente projetado para bicicletas

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 12h42 - Publicado em 6 set 2013, 14h30
tecnologia

Uma equipe de inventores da Holanda desenvolveu uma caixa de marchas sem nenhuma roda dentada. Segundo os criadores do sistema, o Controlled Rotation System (CRS) tem projeto simples, não requer manutenção (nem lubrificantes) e economiza combustível pela ausência de fricção entre rodas dentadas.

“Esta inovação é mais fácil, mais compacta e mais barata de ser montada do que as transmissões tradicionais. Ela poupa energia, oferece mais possibilidades de marchas e pode ser usada em todos os tipos de aplicações”, afirmam os inventores.

Ambiciosos, o grupo de holandeses acredita que sua criação possa revolucionar a indústria automotiva mundial. Algumas soluções encontradas pelos inventores permitiram substituir componentes tradicionais das caixas normais. Em vez de rodas dentadas, ele utiliza dois discos, impulsionados por uma correia. O diâmetro destes discos pode ser aumentado ou diminuído, graças à ajuda de uma bomba de óleo hidráulico com operação digital e das unidades deslizantes. Com isso, o sistema obtém aceleração e desaceleração, proporcionando uma marcha diferente.

Não será apenas nos automóveis que esta nova transmissão poderia ser aplicada: segundo os projetistas, a caixa equiparia também moinhos de vento, navios, motocicletas e todos os tipos de máquinas. Os holandeses, aliás, ressaltaram que o sistema não tem funcionamento semelhante (e nem pode ser comparado) com as transmissões continuamente variáveis (CVT).

Curiosamente, os quatro criadores desta nova transmissão tiveram a ideia quando viram o ciclista Andy Schleck perder a corrente de sua bicicleta durante uma troca de marcha no Tour de France. No caso das bicicletas, o sistema é chamado de Dual Slide Gear (Marcha de Deslizamento Duplo), em que os discos substituem todas as rodas dentadas normalmente usadas para as marchas.

Veja como funciona a invenção holandesa:

Continua após a publicidade

Publicidade