Clique e assine por apenas 8,90/mês

Ford Puma usa base de EcoSport, mas é um SUV muito mais moderno

Apesar da plataforma emprestada de Fiesta e Eco, modelo terá motor híbrido capaz de desligar um dos cilindros para economizar combustível

Por Gabriel Aguiar - 26 jun 2019, 07h00
Visual do SUV lembra o Jaguar E-Pace Divulgação/Ford

Enquanto a Ford tem apenas dois SUVs no Brasil – EcoSport e Edge ST –, o mercado europeu terá mais um representante no segmento: o Puma (que, por lá, chegará em 2020).

Talvez você tenha achado o visual meio familiar. Parecido com o Jaguar E-Pace, talvez? Só que a marca diz ser um novo capítulo na filosofia de desenho inspirada no ser humano.

Plataforma é de EcoSport, mas dimensões não foram reveladas Divulgação/Ford

E não há nenhuma surpresa em relação à plataforma do estreante, que aproveitou a base que já dá origem a outros modelos, como Ka, novo Fiesta e, adivinhe só, do EcoSport.

Se o jeitão esportivo não for suficiente para conquistar a clientela, ao menos o Puma terá lista de equipamentos recheada com itens de segurança e algumas sacadas inteligentes.

Continua após a publicidade
Por enquanto, a novidade será vendida apenas na Europa Divulgação/Ford

Além de controle de velocidade adaptativo, reconhecimento de sinalizações e assistência de permanência em faixa, o SUV é capaz de informar quando há algum perigo na estrada.

Já o porta-malas com 456 litros – o Toyota Corolla atual, por exemplo, tem 470 litros – tem um compartimento com 80 litros sob o assoalho e até ponto de drenagem para limpeza.

Quadro de instrumentos digital com 12,3 polegadas é um dos destaques Divulgação/Ford

Por enquanto, a empresa só revelou detalhes do motor três cilindros 1.0 turbo a gasolina com sistema híbrido parcial de 48V, oferecido em opções de 125 cv e 155 cv de potência.

E para economizar combustível, o Puma será capaz de desativar (e reativar) um dos cilindros durante velocidades de cruzeiro e desacelerações em apenas 14 milésimos de segundo.

Continua após a publicidade
Porta-malas tem compartimento de 80 litros com ralo para drenagem Divulgação/Ford

Os compradores também terão à disposição mimos como teto solar panorâmico, som da grife Bang&Olufsen, central multimídia com 8 polegadas e quadro de instrumentos digital.

Diferentemente dos brasileiros, que têm poucas opções entre os SUVs da marca, na Europa o modelo ficará acima do EcoSport, mas abaixo de Kuga, Edge e Explorer Plug-In Hybrid.

Publicidade