Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Ford Maverick é lançada com motorização híbrida e por 20.000 dólares

A nova picape será rival da Fiat Toro e ficará abaixo da Ranger. Os exemplares começam a ser entregues em setembro nos EUA e no Brasil somente 2022

Por Isadora Carvalho Atualizado em 9 jun 2021, 21h03 - Publicado em 8 jun 2021, 11h58
Ford Maverick
Divulgação/Ford

O mistério finalmente acabou e na manhã do dia de hoje (08/06) a nova picape da Ford foi lançada oficialmente. Conforme QUATRO RODAS já havia adiantado a Ford Maverick chega como rival da Toro e será vendida no Brasil.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90 

Durante o lançamento oficial a marca confirmou o início da pré-venda nos EUA e as entregas para os americanos entre setembro e dezembro. Sua chegada ao Brasil que estava programada para o fim do ano pode ficar para 2022 e o atraso pode ser explicado pela falta de semicondutores e a necessidade de atender a demanda dos EUA.

Ford Maverick
Divulgação/Ford

“A proposta de produto da Maverick é como nenhuma outra por aí. É uma picape com grande apelo visual com quatro portas e espaço para cinco adultos, um motor híbrido de série e um rendimento na cidade que supera o Honda Civic”, disse Todd Eckert, gerente de marketing para picapes da Ford, durante a live de apresentação.

A intenção da Ford é oferecer uma picape mais acessível com a intenção de roubar possíveis clientes de sedãs como o Honda Civic. A Ford Maverick parte de US$ 19.995 (R$ 101.048), bem menos que os US$ 27.850 (R$ 140.055) que é cobrado por um Honda Civic por lá.

“A Maverick desafia os estereótipos do que uma picape pode ser. Acreditamos que será atraente para muitas pessoas que nunca consideraram comprar uma picape”, afirma Eckert.

Ford Maverick
Divulgação/Ford

O lançamento da Maverick 2022 faz parte da nova estratégia da Ford de investir somente em picapes, SUVs e crossovers. E com o intuito de prosseguir com o sucesso da F-150, que é um dos modelos mais vendidos nos EUA, a nova picape tem visual completamente inspirado na irmã maior.

A frente usa a mesma identidade da nova geração da F-150, com os faróis full-LED em forma de “C”, complementados por uma barra que atravessa toda a frente e que conta com as setas nas extremidades.

Ford Maverick
Divulgação/Ford

Já a grade frontal é claramente inspirada no Bronco Sport, ela ocupa grande parte da dianteira e traz a sensação de robustez.

E é exatamente essa grade e a barra que a atravessa de ponta a ponta que conferem a ideia de que a Maverick é mais larga e maior e isso se confirma nos números de dimensão, mas a diferença não é tão grande assim para a rival.

A novata mede 5,07 metros de comprimento, 1,84 m de largura, 1,74 m de altura e tem um entre-eixos de 3,07 m. Enquanto a Fiat Toro tem 4,94 m de comprimento (13 cm a menos), 1,84 m de largura, 1,74 m de altura e 2,99 m de entre-eixos (8 cm a menos).

Porém a Toro ainda leva mais carga, com 937 litros de volume e capacidade para 750 kg, enquanto a Maverick carrega 680 kg e 942 litros.

Ford Maverick
Divulgação/Ford

Na traseira o destaque são para as  lanternas retangulares na vertical e uma caçamba de abertura convencional. A marca também anunciou que a caçamba será equipada com uma capa que vai cobrir toda a borda a fim de facilitar a carga e descarga pelas laterais do modelo.

Continua após a publicidade

Na cabine há forte influência do design interior do Bronco Sport, pois o volante é o mesmo, assim como, os comandos do ar-condicionado e o console central.

Ford Maverick
Divulgação/Ford

O painel de instrumentos tem grafismos diferentes mas segue o mesmo estilo com contadores analógicos e uma tela  em TFT no meio.

Ford Maverick
Divulgação/Ford

Outro item emprestado do SUV é o seletor de marchas giratório. Sua identidade própria está nas saídas de ar horizontais e o acabamento refinado em bronze.

Ford Maverick
Divulgação/Ford

Picape híbrida

A nova Ford Maverick será vendida com uma mecânica híbrida, equipada com motor 2.5 de 164 cv e 21,4 kgfm de torque combinado com propulsor elétrico que rende 128 cv e 23,9 kgfm. A potência total é de 193 cv.

Esse conjunto, segundo a marca americana, oferece um consumo de 17 km/l na rodagem urbana e uma autonomia total de 805 km. A transmissão é CVT e a tração dianteira. Com esses motores, a picape conta com suspensão dianteira McPherson e eixo de torção na traseira.

Ford Maverick
Divulgação/Quatro Rodas

Já para quem decidir optar pelo conjunto com o motor 2.0 EcoBoost turbo, de 253 cv e 38,3 kgfm e câmbio automático de 8 marchas terá a disposição tração integral e suspensão traseira multilink, declaradamente mais refinada e moderna.

Serão três versões: XL, XLT e Lariat. A versão básica XL já vem com central multimídia de 8” com Android Auto e Apple CarPlay, faróis de LED, frenagem automática de emergência, câmera de ré, direção elétrica, iluminação diurna, 7 airbags, vidros e travas elétricas nas quatro portas.

Ford Maverick
Divulgação/Ford

Na versão XLT, ganha rodas de liga leve de 17”, controle de cruzeiro, espelhos laterais com ajuste elétrico. A topo de linha, Lariat, é equipada com banco do motorista com ajuste elétrico, painel com tela de 6,5”, rodas de 18”, ar-condicionado automático de duas zonas, chave presencial, vidro traseiro elétrico.

Ford Maverick
Divulgação/Ford

Haverá ainda alguns pacotes de opcionais. Durante o primeiro ano, a Ford vai vender o pacote First Edition para a topo de linha, com grafismos exclusivos no capô e portas, capota marítima, teto pintado de preto, rodas de 18” na versão híbrida (ou 17” na 2.0 turbo) e maçanetas na cor do carro.

Há também o Co-Pilot360, que traz sensor de ponto cego, estepe de 17” e assistente de permanência em faixa. E o FX4, com rodas de 17” exclusivas, pneus all-terrain, tela de 6,5” para o painel de instrumentos, assistente de descida, ganchos de reboque dianteiros e traseiro e skid plate.

Ford Maverick
Divulgação/Ford

A versão Lariat ainda tem o Luxury Package, com controle de cruzeiro adaptativo, sistema de som Bang & Olufsen com 8 alto-falantes e subwoofer, vidros laterais aquecidos, central multimídia Sync 3 de 8”, iluminação em LED para a caçamba e carregador sem fio para smartphones.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Capa Quatro Rodas 745 maio 2021
Arte/Quatro Rodas

 

Continua após a publicidade

Publicidade