Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Ford Equator Sport é possível substituto para o Territory na China

Embora tenha "Sport" nome, o SUV é menos potente que a sua versão familiar para sete passageiros

Por João Vitor Ferreira 19 nov 2021, 19h59

De olho em expandir sua participação no mercado de SUVs médios da China, a Ford anunciou no Salão de Guangzhou mais um modelo. Trata-se do Ford Equator Sport, a versão reduzida do Equator, utilitário de sete lugares lançado em março e que compartilha da mesma plataforma.

Black Friday! Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 6,90

Com espaço para cinco pessoas, o Equator Sport perdeu 14 cm de entre-eixos se comparado ao irmão maior, tendo ao todo 2,72 m. O comprimento é de 4,63 m, contra 4,90 m do Equator padrão, enquanto a altura (1,75 m) é a mesma.

Com um tamanho reduzido e o nome “Sport”, a pretensão esportiva se limita ao visual e porte. A Ford equipou seu novo modelo com um motor mais fraco: um 1.5 turbo que gera 170 cv e 26,5 kgfm. Já o Equator, tem motor 2.0 de 254 cv e 36,7 kgfm. Na prática, as especificações dele são próximas das do Territory, vendido no Brasil.

Ford Equator Sport lateral
As rodas são de 20” Divulgação/Ford

A transmissão também é diferente. Enquanto o Equator Sport tem câmbio automático convencional, o SUV de sete lugares recebe caixa automática de seis marchas e dupla embreagem. A tração é dianteira e a velocidade máxima divulgada é de 180 km/h.

Continua após a publicidade

Ford Equator Sport traseira
Diferente do Equator, que tem dois escapamentos, o Equator Sport tem a sua saída escondida pelo para-choque Divulgação/Ford

No visual, os faróis dianteiros — localizados na parte inferior — ficaram mais estreitos, mas os DLRs conservam o formato em “C”.  A grade é larga, se integra com as luzes diurnas e tem uma linha cromada na parte superior. Um friso, também cromado, sai da dianteira e contorna toda a lateral do carro, passando por cima das janelas e terminando no para-brisas traseiro.

Ford Equator Sport frontal
As luzes de seta ficam no retrovisor e são de LED Divulgação/Ford

O Equator Sport tem lanternas traseiras de LED, mais estreitas e sem a faixa luminosa que interliga as luzes na versão maior. O escapamento não é visível e o para-choque, assim como na dianteira, recebeu novo design.

Ford Equator Sport interior
O interior deve seguir o padrão luxuoso do Equator, com material macio que imita o couro no painel Divulgação/Ford

A principal característica do interior do Equator Sport é o conjunto de duas telas. Aparentemente elas são uma só, porém a da esquerda funciona como painel de instrumentos totalmente digital, enquanto a do meio é responsável pela central multimídia. A Ford não informou muito sobre o carro, mais novidades devem vir junto do seu lançamento, programado para o primeiro semestre de 2022.

Ford Equator Sport painel
A tela multimídia não teve seu tamanho divulgado, porém no Equator ela tem 12,3” Divulgação/Ford

O Equator Sport é fruto da joint venture da Ford com a Jiangling Motors, que também deu origem ao Territory e há especulações que ele possa ser seu substituto na China. Por lá, o novo SUV irá se juntar — além dos já citados Territory e Equator — a outros cinco SUVs, Escape, Edge, Explorer, Everest e Mustang Mach-E, além do crossover Evo lançado recentemente.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

A edição 751 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
A edição 751 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade