Fiat Grand Siena passa a vir preparado para kit GNV por R$ 54.990

Sedã veterano não volta a ser tetrafuel, mas vem com motor devidamente preparado e garantia de fábrica para instalar kit de gás natural

Pelos cálculos da Fiat, economia com com combustível permite recuperar valor investido no Kit GNV em até seis meses

Pelos cálculos da Fiat, economia com com combustível permite recuperar valor investido no Kit GNV em até seis meses (Divulgação Fiat/Quatro Rodas)

Com algum atraso em relação ao cronograma anunciado por QUATRO RODAS há algumas semanas, a Fiat enfim confirmou a chegada do sedã Grand Siena preparado para ser movido a GNV.

Entretanto, diferentemente do sistema antigo Siena Tetrafuel, três-volumes virá agora equipado com motor 1.4 Fire Evo flex apenas preparado para kit de gás natural em todas as versões, e não o conjunto em si.

A novidade acontece ainda na linha 2019 do sedã. Preços partem de R$ 54.990.

Grand Siena preparado para GNV chega a partir de R$ 54.990,00

Grand Siena preparado para GNV chega a partir de R$ 54.990,00 (Divulgação Fiat/Quatro Rodas)

A preparação inclui cabeçote do motor com válvulas e sedes de válvulas mais resistentes e com nova geometria.

Também conta com coletor de aspiração projetado para receber na posição correta os bicos injetores de gás, o que melhora o enchimento do motor e a formação da mistura ar combustível.

Segundo os cálculos da empresa, a recuperação do valor investido no kit é possível considerando uma rodagem de 3 mil quilômetros por mês, variável de acordo com os preços dos combustíveis em cada estado.

A fabricante também promete manutenção da garantia original de um ano para kits de quinta geração instalados por convertedores certificados pelo Inmetro.

Porta-malas de 520 litros perde parte de seu volume quando instalado o cilindro de gás

Porta-malas de 520 litros perde parte de seu volume quando instalado o cilindro de gás (Divulgação/Quatro Rodas)

O lançamento foi pensado, de acordo com a marca, para motoristas que utilizam o veículo como ferramenta de trabalho e precisam rodar largas distâncias diariamente.

É importante ressaltar que apenas alguns estados brasileiros, como Rio de Janeiro e Minas Gerais, trabalham com oferta mais abundante de GNV. A FCA, porém, aposta que o combustível terá uma expansão importante em outras regiões do Brasil.

Isso porque as reservas de pré-sal colocaram o país como o sexto maior detentor de reservas de gás no mundo, com “possibilidades de novas fontes de extração e ampliação da rede de distribuição em todo o território nacional”, segundo visão da fabricante.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s