Clique e assine por apenas 8,90/mês

Fiat deixará segmento dos subcompactos na Europa

Marca alegou que decisão foi tomada devido às novas regras de segurança e ambientais mais rígidas; Fiat 500, carro chefe do segmento, tem os dias contados

Por Daniel Telles - 8 nov 2019, 14h39
Fiat 500 terá nova geração com motor elétrico, mas não deve sobreviver por mais tanto tempo Divulgação/Fiat

As regras de segurança cada vez mais rígidas e a necessidade de uma redução drástica na emissão de poluentes fizeram a Fiat tomar uma decisão: nos próximos anos a marca deixará o segmento dos subcompactos na Europa.

O chefe da FCA, empresa controladora da marca, Mike Manley, anunciou recentemente que a Fiat “focará nos segmentos de volume e margem de lucro maiores, o que implicará num afastamento do segmento dos subcompactos”.

Segundo o jornal europeu Automotive News, o movimento deve ocorrer até 2024.

Fiat Panda, primo do nosso Mobi, não teve nova geração confirmada na Europa Divulgação/Fiat

Se dependesse apenas dos números, não haveria razão para a Fiat deixar o segmento.

Continua após a publicidade

Fiat 500 e Fiat Panda, os dois subcompactos europeus da marca, fecharam 2018 como 16º e 20º carros mais vendidos no continente, respectivamente.

Ocorre que, como as margens de lucro do segmento são muito estreitas, o investimento em uma nova geração movida a combustão resultaria em prejuízo para a fabricante, devido às novas regulamentações ambientais que serão adotadas.

Fiat Mobi é um dos representantes brasileiros da Fiat para o segmento Divulgação/Fiat

O Fiat 500, entretanto, terá sua nova geração, que pode ser a última, apresentada no Salão de Genebra, Suíça, do ano que vem. O carro contará com motorização elétrica e será vendido apenas na Europa.

Resta saber se os brasileiros Fiat Mobi e Fiat Uno também sofrerão com a decisão da marca italiana.

Publicidade