Ferrari processa brasileiro que tentou vender cópia da F40 por R$ 80.000

A polícia apreendeu o veículo, que pode ser destruído, e construtor será acusado de infringir lei de patentes

A cópia da F40 foi apreendida pela polícia civil

A cópia da F40 foi apreendida pela polícia civil (Arquivo Pessoal/Reprodução/Internet)

A vida de construtores de réplicas alternativas no Brasil não está fácil. Depois de um pastor ver a patente de seu Lamborghini ser negada, agora um construtor teve sua “Ferrari F40” apreendida pela polícia.

O dentista Vitor Estevan afirmou ao portal G1 que começou a construir o modelo há pouco mais de um ano. O protótipo foi feito misturando componentes de diversos carros — o volante, do lado direito, e a manopla do câmbio automático vieram da Toyota.

Estevan declarou que fez o modelo por paixão, mas o colocou à venda, ainda inacabado, após ter sofrido um furto em seu consultório dentário.

O protótipo foi construído de forma artesanal por Estevan

O protótipo foi construído de forma artesanal por Estevan (Arquivo Pessoal/Reprodução/Internet)

O anúncio pedia R$ 80.000 pelo veículo e chamou a atenção da Ferrari. A empresa vem apertando o cerco contra pessoas que fazem cópias ou modificações profundas em seus modelos.

No caso da F40 de Estevan, a fabricante formalizou uma denúncia à Polícia Civil, que apreendeu o carro na última terça (22).

O veículo passará por uma vistoria para verificar se houve cópia da F40. Se confirmado, o protótipo pode ser destruído e Estevan responderá por infringir a lei de patentes.

É possível que o veículo seja apreendido caso seja constatada a cópia do esportivo

É possível que o veículo seja apreendido caso seja constatada a cópia do esportivo (Arquivo Pessoal/Reprodução/Internet)

Não é a primeira vez que a Ferrari se envolve na justiça por conta de problemas com sua marca.

A empresa já entrou em litígio até com cliente que fizeram modificações severas no carro, como um empresário que transformou uma 360 Modena em uma limusine. Já o DJ Deadmau5 também teve que abrir mão de sua 458 Italia pintada com o tema do Nyan Cat.

No caso da “F40” brasileira, o que chamou a atenção da empresa foi a tentativa de Estevan lucrar com o veículo. O dentista, porém, afirma que tirou o anúncio do ar após vender sua clínica.

Única

A F40 foi o último carro de rua feito com a aprovação de Enzo Ferrari A F40 foi o último carro de rua feito com a aprovação de Enzo Ferrari

A F40 foi o último carro de rua feito com a aprovação de Enzo Ferrari (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Entre as Ferrari mais rápidas de cada época a F40 foi a que teve mais unidades fabricadas: 1.388 delas foram feitas, número superior à 288 GTO, F50, Enzo e LaFerrari.

Destas, só houve o registro de uma no Brasil, importada pela Fiat em 1992 e testada com exclusividade por QUATRO RODAS.

Quase 25 anos depois, reencontramos a Ferrari para um ensaio fotógrafico, que pode ser visto em todos os detalhes aqui.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s