Dream Route: um passeio pelo país a bordo de 45 superesportivos

O Dream Route une alta gastronomia, badalação, estradas de tirar o fôlego e os esportivos mais potentes e exclusivos do Brasil

Comboio a caminho da serra do rio do rastro Comboio a caminho da serra do rio do rastro

Comboio a caminho da serra do rio do rastro (Fernando Marques e Guilherme Nascimento/Quatro Rodas)

Uma frota de 45 carros que somam cerca de R$ 30 milhões e 20.000 cv está longe de ser algo comum de se ver. Não à toa, Florianópolis parou para ver o Dream Route passar.

A QUATRO RODAS acompanhou o evento que reúne alguns dos supercarros mais exclusivos do Brasil (apesar da presença de participantes da Itália, Argentina e Para­guai). A quarta edição foi rea­lizada nas regiões litorâneas e serranas de Santa Catarina.

Lamborguini Aventador atrás de uma Huracan em Florianópolis Lamborghini Aventador atrás de uma Huracan em Florianópolis

Lamborghini Aventador atrás de uma Huracan em Florianópolis (Fernando Marques e Guilherme Nascimento/Quatro Rodas)

De Floripa a Criciú­ma, o destaque foi a passagem pela Serra do Rio do Rastro, um dos cartões-postais mais belos do país.

De cara, paixão por carros e badalação são as palavras-chave do Dream Route. Organizado pelos sócios Vinicius Trapani e Alessandro Magno, o rali de superesportivos inclui hotéis cinco estrelas, jantares requintados e festas nos melhores locais da região.

A F12 é uma das dez no Brasil A F12 é uma das dez no Brasil

A F12 é uma das dez no Brasil (Fernando Marques e Guilherme Nascimento/Quatro Rodas)

Os deslocamentos são feitos a bordo dos carros dos próprios participantes, devidamente adesivados e escoltados pela Polícia Rodoviária.

Todos os modelos participantes do roteiro foram devidamente adesivados Todos os modelos participantes do roteiro foram devidamente adesivados

Todos os modelos participantes do roteiro foram devidamente adesivados (Fernando Marques e Guilherme Nascimento/Quatro Rodas)

Nas ruas, nos estacionamentos e em frente aos hotéis, a aglomeração é inevitável. Afinal, não é todo dia que se vê lado a lado carros como Chevrolet Corvette, as Ferrari 458 Italia, F12 Berlinetta e 599 GTB.

Marcaram presença também os Lamborghini Gallardo e Aventador, Bentley Continental, Porsche 911, Dodge Challenger, Audi RS 5 e Mercedes-AMG GT S.

Cena comum: Ferrari seguida por duas Lamborguini Huracan Cena comum: Ferrari 458 seguida por duas Lamborghini Huracan

Cena comum: Ferrari 458 seguida por duas Lamborghini Huracan (Fernando Marques e Guilherme Nascimento/Quatro Rodas)

Todos os percursos foram meticulosamente planejados pela organização com a polícia local, que interditou avenidas e estradas a serem percorridas pelo comboio milionário.

O auge da exclusividade foi ter a Serra do Rio do Rastro fechada só para o desfile, o que deixou centenas de pessoas à espera, gritando, acenando e disputando espaço com seus smartphones.

Multidões recebem os bólidos com sorrisos, acenas e câmeras nas mãos Multidões recebem os bólidos com sorrisos, acenas e câmeras nas mãos

Multidões recebem os bólidos com sorrisos, acenas e câmeras nas mãos (Fernando Marques e Guilherme Nascimento/Quatro Rodas)

Na serra, a experiência é única: além da sequência de carrões com seus belos roncos, a paisagem deixa qualquer um sem palavras pela imponência de seus 1.400 metros de altitude e mais de 250 curvas fechadas – algumas de 180o.

Entre os participantes, alguns destaques. O Lamborghini Aventador SV é o único da América Latina. Importado de forma independente pelo goiano Marcelo Torquato, o bólido chegou por cerca de R$ 4,5 milhões.

O modelo participante do evento é o único da América Latina e custou cerca de R$ 4,5 milhões O modelo participante do evento é o único da América Latina e custou cerca de R$ 4,5 milhões

O modelo participante do evento é o único da América Latina e custou cerca de R$ 4,5 milhões (Fernando Marques e Guilherme Nascimento/Quatro Rodas)

Outro destaque ficou por conta de Gisele Genaro: dona de uma Ferrari Cali­for­nia, a apaixonada por conversíveis é a primeira piloto feminina do Dream Route.

“As pessoas acham o máximo ver uma mulher em uma Ferrari vermelha”, comentou Gisele. “Nada melhor do que pegar uma estrada com a capota aberta para curtir o carro”, completou a empresária.

A empresária Gisele Genaro, única mulher a integrar a equipe a bordo de sua Ferrari A empresária Gisele Genaro, única mulher a integrar a equipe a bordo de sua Ferrari

A empresária Gisele Genaro, única mulher a integrar a equipe a bordo de sua Ferrari (Fernando Marques e Guilherme Nascimento/Quatro Rodas)

Para participar, basta ter um automóvel à altura e pagar a inscrição de até R$ 18.000. Se isso não for problema, vá com a certeza de que a viagem vale cada centavo.

desvalorização de mais quatro A parada para o almoço transforma qualquer estacionamento em um salão do automóvel ao ar livre

A parada para o almoço transforma qualquer estacionamento em um salão do automóvel ao ar livre (Fernando Marques e Guilherme Nascimento/Quatro Rodas)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Lucas Santos

    Correção: Uma Ferrari 458 seguida por uma Lamborghini Huracan e uma Aventador.