Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Dodge Durango SRT Hellcat é o SUV mais exagerado que você já viu

Motor V8 6.2 com compressor mecânico tem 720 cv e garante o título de SUV mais potente do mundo ao modelo, que também atualizou o visual

Por Gabriel Aguiar Atualizado em 3 jul 2020, 19h45 - Publicado em 3 jul 2020, 19h33
Versão esportiva conquistou o título de SUV mais potente do mundo Divulgação/Dodge

O Dodge Durango não é mais que uma memória para (poucos) brasileiros – por aqui, o modelo saiu de linha em 2016. Só que o SUV segue vivo nos Estados Unidos e, mais que isso, agora tem o título de utilitário mais potente do mundo na versão SRT Hellcat.

O grandalhão ganhou motor V8 6.2 com compressor mecânico capaz de entregar 720 cv e 89,1 kgfm. Na pista, essa nova versão topo de linha precisa de apenas 3,5 segundos para chegar aos 96 km/h (no padrão norte-americano, em conversão às 60 mph).

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

O Durango SRT Hellcat será vendido apenas com câmbio automático de oito marchas e sistema de tração integral, mas o fabricante garantiu ao modelo um novo conjunto de rodas aro 20 com pneus Pirelli Scorpion Zero, suspensões esportivas e freios Brembo.

São 720 cv e 89,1 kgfm nesta configuração Divulgação/Dodge

O visual também passou por atualização e agora tem faróis com nova disposição interna, para-choque esportivo e grade frontal inspirada no Charger. O interior, inclusive, parece tomar ideias emprestadas do sedã, que serviu de modelo para o novo painel.

Continua após a publicidade

Modelo recebeu painel inspirado no Charger para linha 2021 Divulgação/Dodge

Para quem não está interessado na velocidade máxima de 290 km/h nem pretende rebocar até os 3.946 kg de sua capacidade, há uma configuração “mais simples” do utilitário: batizada R/T Tow N Go, essa opção tem componentes emprestados das variantes SRT.

Se pacote visual, rodas, escapamento, sistema ativo de cancelamento de ruído, diferencial com deslizamento limitado, freios e suspensão com amortecedores vêm da versão topo de linha, o motor passa a ser o 5.7 V8 com 365 cv de potência e 53,8 kgfm de torque.

Opção R/T Tow N Go toma emprestados elementos da SRT Hellcat Divulgação/Dodge

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da nova edição de quatro rodas? clique aqui e tenha o acesso digital.

Fernando Pires/Quatro Rodas
Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês