Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Divisão de carros da Xiaomi é registrada com capital de R$ 8,1 bilhões

Empresa foi regularizada no primeiro dia de setembro, se chamará Xiaomi EV e tem projetos ambiciosos que incluem direção autônoma

Por Pedro Henrique Oliveira 6 set 2021, 08h29
Bestune T77 amarelo visto 3/4 de frente
A primeira aparição da Xiaomi no mercado automotivo foi em parceria com a Bestune para fazer o T77 FAW/Divulgação

Depois de revelar em março deste ano que iria entrar de vez no ramo de fabricação de automóveis, a chinesa Xiaomi anunciou a abertura e regularização de uma subsidiária para produzir veículos elétricos. 

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

Chamada de Xiaomi EV Company Limited, a empresa foi regularizada no primeiro dia de setembro, conforme divulgou a marca chinesa. O que mais impressiona é o valor do aporte de capital recebido pela empresa. A divisão dedicada à fabricação de veículos começa com nada mais e nada menos que R$ 8,1 bilhões de reais. 

Quem irá coordenar o novo negócio é o próprio empresário e cofundador da Xiaomi, Lei Jun. Com a coordenação definida e os documentos aprovados, o desenvolvimento do primeiro carro elétrico da marca começará em breve. 

Bestune T77 amarelo visto 3/4 de trás
Antes, a marca apenas entrou como parceira, mas agora será a própria Xiaomi que irá fabricar modelos elétricos Bestune/Divulgação

Em coletiva de imprensa no final de agosto, o presidente do Grupo Xiaomi, Wang Xiang, disse que a marca havia recebido mais de 20.000 currículos, mas que os funcionários precisavam ser escolhidos cuidadosamente. A equipe atual da divisão conta com cerca de 300 funcionários. 

Continua após a publicidade
Lei Jun e equipe da Xiaomi EV
A Xiaomi EV será liderada pelo cofundador da empresa-mãe, Lei Jun (bem ao centro) Xiaomi/Divulgação

Mesmo assim, Lei Jun já afirmou que a empresa está preparada para atuar no ramo. Ele disse que o grupo já tem 16.000 engenheiros e que alguns projetos incluem até inteligência artificial. 

Em relação a direção autônoma, a marca chinesa não pensa em ficar para trás. Para atuar também nesta área, os chineses adquiriram a empresa de tecnologia especialista em condução autônoma Deepmotion Tech. 

  • É claro que um produto atrativo não se vende sem um estudo de mercado, então a equipe da Xiaomi EV tem realizado diversas pesquisas de mercado para posicionar o seu produto da melhor maneira.

    Ainda não há certeza sobre onde será a fábrica focada em carros da empresa. Apesar disso, alguns locais do país asiático já foram pré-selecionados pela Xiaomi, como é o caso das cidades de Pequim, Xangai e Wuhan.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Quatro Rodas

    Capa quatro rodas 748 agosto 2021
    Capa quatro rodas 748 agosto 2021 A edição 748 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
    Clique e Assine
    Continua após a publicidade
    Publicidade