Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Crise europeia não afeta investimento no Brasil, diz Renault

Além de investir R$ 500 milhões no complexo industrial, montadora está investindo em ações de marketing no país

Por Tatiana Vaz, de <a href="exame.abril.com.br" target="_blank">Exame.com</a> Atualizado em 9 nov 2016, 12h04 - Publicado em 1 out 2012, 14h59
mercado

Os bons resultados de vendas no país, ao contrário dos negócios na Europa, tem feito com que a montadora Renault concentre mais esforços de investimento no mercado brasileiro, em duas frentes: aumento de capacidade produtiva e ações de marketing.

“Estamos investindo 500 milhões de reais na expansão do nosso complexo industrial no Brasil, um aporte que nos trará um aumento de produção de carros em 30%”, afirma Olivier Murguet, presidente da Renault do Brasil. De janeiro a agosto, as vendas da marca no país tiveram um crescimento de 40%.

A montadora garante que o fechamento de fábricas na Europa, anunciado recentemente, não deve interferir nos negócios da empresa no Brasil. “Esse investimento no complexo é prova disso, já que nossas vendas por aqui continuam promissoras”, diz Murguet.

Hoje pela manhã, a Renault anunciou também o fechamento de um contrato com a Time For Fun para rebatizar o Teatro Abril, casa de espetáculo de renome na capital paulista, para Teatro Renault.

A casa terá, por sinal, um carro da marca logo na entrada. O valor do negócio não foi revelado. A primeira grande estreia será em março com o musical O Rei Leão, visto por mais de 65 milhões de pessoas. “Achamos que entrar em ações culturais vai nos ajudar a se aproximar ainda mais dos brasileiros”, afirma Olivier.

Segundo o executivo, os investimentos em marketing feitos pela montadora no país cresceram 30% desde 2010 – a empresa não revela quanto é investido por ano em ações de marketing, mas as cifras acompanham a participação de mercado da empresa no Brasil, hoje em 6,8%.

Continua após a publicidade

Publicidade