Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Contra o Golf, novo Renault Mégane RS tem motor de 300 cv e versão híbrida

Versão híbrida tem motor 1.6 com dois propulsores elétricos auxiliares. Objetivo é alinhar hatch ao novo programa de emissões europeu, que começa em 2021

Por Renan Bandeira Atualizado em 7 fev 2020, 08h00 - Publicado em 7 fev 2020, 07h00
Divulgação/Renault

Longe do Brasil, o Renault Mégane chegou à quarta geração na Europa e recebeu uma atualização tanto de visual quanto de motorização.

O objetivo é alinhar o modelo ao Euro 7, que permite apenas 95 gramas de emissão de CO2 por quilômetro rodado – que entrará em vigor em 2021.

Além disso, a empresa francesa busca uma forma de concorrer com o Volkswagen Golf.

Ambos os veículos disputam a mesma categoria no velho continente e, em sua oitava geração, o modelo seguirá com a versão híbrida plug-in e terá mais potência nas esportivas: R, GTI e GTI TCR – inédita.

Divulgação/Renault

Para isso, a nova geração da marca francesa terá a versão esportiva RS com motor 1.8 Turbo de 300 cv e 42,6 mkgf de torque, e câmbio manual de seis marchas ou EDC de sete velocidades e dupla embreagem.

As novidades no visual estão nos pára-choques, que foram atualizados, nos novos faróis de led Pure Vision e nas rodas com novo design, que vão de 16 a 18 polegadas.

O modelo segue com as molduras de farol de neblina em preto, assim como as capas dos retrovisores.

Continua após a publicidade

Divulgação/Renault

O interior também é novo. O painel digital tem 10,25 polegadas e a central multimídia R-Link é de 9,2 polegadas.

Em segurança, o modelo adquiriu um sistema de condução semiautônoma nível 2, que vai até 160 km/h controlando: direção, freios e acelerador.

Não foi apenas a versão esportiva do Mégane que recebeu novos motores, as outras variantes do modelo podem ser adquiridas com motores TCe 1.0 de 120 cv e TCe 1.3 de 100, 115, 130 e 160 cv, com câmbio manual de seis marchas ou de dupla embreagem com sete marchas.

Divulgação/Renault

Por fim, uma versão híbrida plug-in E-Tech com motor 1.6L com um sistema auxiliar de dois propulsores elétricos.

Com isso, o veículo pode rodar 50 km no modo elétrico a uma velocidade de até 135 km/h. No perímetro urbano, o veículo tem autonomia de até 65 km.

Com isso, a empresa bate o objetivo de emissões. Na média, o veículo emite 40 gramas de CO2 por quilômetro rodado – ficando abaixo do estipulado pelo programa Euro 7.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)