Clique e assine por apenas 5,90/mês

Conheça o Porsche 911 que faz o Cayenne corar de vergonha

Veículo adaptado por especialista em rali ganhou pneus de caminhão e suspensão elevada

Por Vitor Matsubara - Atualizado em 10 ago 2017, 15h58 - Publicado em 10 ago 2017, 15h54
911 modificado tem suspensão elevada e reforços mecânicos Porsche/Divulgação

Especialistas em Porsche já devem ter ouvido falar do 911 Safari. Era este o nome dado aos veículos preparados pela fábrica para participar de ralis como o 959 que venceu o Paris Dakar de 1984 e os 911 vencedores do Rally de Monte Carlo em 1968, 1969 e 1970.

O exemplar das fotos não é original de fábrica. Trata-se de um 911 Carrera SC 1978 completamente transformado por Erik Brandeburg, médico e especialista em ralis nas horas vagas.

Veículo está à venda na Bélgica por aproximadamente R$ 482 mil Porsche/Divulgação

O projeto foi inspirado em um 911 dirigido por ele mesmo durante o Rali Transsibéria de 2007 – vencido por um Cayenne. Apesar de preservar as clássicas rodas Fuchs, o 911 ganhou enormes pneus Hankook de uso misto, originalmente destinados a caminhões.

Foi preciso realizar alterações nas caixas de rodas e na suspensão (obviamente elevada) para abrigar os novos pneus. O motor permanece o mesmo – um seis cilindros boxer com 250 cv – mas a transmissão teve de ser adaptada.

Exemplar fabricado em 1978 serviu de base para o projeto Porsche/Divulgação

A carroceria recebeu reforços estruturais (mas sem a necessidade de gaiola de proteção) e a parte inferior do veículo é toda protegida com chapas de aço. O toque final fica por conta da bela pintura monocromática inspirada na lendária combinação da Martini Racing.

Marcando apenas 88 mil milhas rodadas (ou quase 142 mil quilômetros) no hodômetro, o 911 está à venda na Bélgica por 129.900 euros, ou pouco mais de R$ 481 mil.

Pintura monocromática segue o padrão da Martini Racing Porsche/Divulgação

Por este valor é possível comprar um 718 Boxster S (R$ 466.000) e ainda sobram R$ 15 mil para as despesas extras. Mas será difícil chegar até onde este 911 consegue ir.

Continua após a publicidade
Publicidade