Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Com notificação eletrônica, motorista poderá ter abatimento de 40% na multa

Novo sistema deve aposentar os papéis e promete maior facilidade na hora de recorrer

Por Diego Dias Atualizado em 23 nov 2016, 21h54 - Publicado em 27 out 2016, 09h43
Central de Radares CET
Postos de análise de imagens e dados de infratores da CET

Receber as notificações de multas ficará mais fácil – e possivelmente mais barato. O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) terá um Sistema de Notificação Eletrônica, o que viabilizará o recebimento das infrações de trânsito por meio eletrônico. Além disso, os motoristas que optarem por esse novo sistema serão contemplados com um desconto de 40% sobre o valor original da multa.

LEIA MAIS:

>> Som alto agora rende multa mesmo sem medição dos decibéis

>> Obrigatoriedade de faróis ligados em rodovias volta a valer

>> Detran-SP ganha serviço online para indicação de condutor em infrações

Continua após a publicidade

>> Multa por esquecimento de CNH poderá deixar de existir

Segundo a resolução nº 622 do Contran, ficará a cargo do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) desenvolver, padronizar, organizar, manter e fazer a gestão do sistema eletrônico. O funcionamento estará legalmente liberado a partir do dia 01 de novembro, porém deve demorar mais algum tempo para que seja disponibilizado para os usuários. Por enquanto, não está definido se a comunicação será feita por e-mail ou SMS, ou mesmo por ambos.

No novo sistema de comunicação por meio eletrônico estará junto um link para que o condutor tenha a alternativa de recorrer da multa, além de também poder transferir os pontos para outro motorista — a exemplo do que é realizado hoje através da notificação impressa. Ficará a critério do condutor escolher entre receber o aviso de infração de trânsito pelos correios ou pelo novo meio eletrônico (caso escolha o último, o documento impresso não será mais recebido).

A plataforma poderá ser acessada por um site autônomo, mas administrado pelo Denatran, bem como divulgado no Denatran e nos sites dos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detran). A medida visa a garantia de recebimento das notificações pelo condutor, além de reduzir custos com o envio de documentos impressos e reduzir o consumo de papel.

Continua após a publicidade

Publicidade