Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Bonito e bem-equipado, Peugeot 3008 vem ao Brasil por R$ 135.990

Agora um SUV, ele chega em versão única recheada de equipamentos. Patinete elétrico, porém, será restrito aos 30 primeiros compradores

Por Da Redação Atualizado em 21 jun 2017, 18h44 - Publicado em 21 jun 2017, 18h43
Visual ficou mais encorpado, com maior altura em relação ao solo
Visual ficou mais encorpado, com maior altura em relação ao solo divulgação/Peugeot

A segunda geração do Peugeot 3008 (agora com porte de SUV, abandonando o estilo minivan do passado) teve os preços e equipamentos revelados para o Brasil. O valor promocional de pré-venda é de R$ 135.990 – posteriormente, o carro será tabelado em R$ 139.990.

Baseado na plataforma modular EMP2 (a mesma dos Citroën C4 Picasso e Grand Picasso), ele vem causando boa repercussão desde o lançamento no final do ano passado, sendo inclusive eleito o Car of The Year na Europa em 2017.

O modelo chega ao Brasil em versão única (Griffe). Os primeiros 30 compradores na pré-venda levarão de brinde o patinete elétrico e-Kick. Fabricando pela própria Peugeot, o equipamento tem autonomia de 12 km, atinge 25 km/h, pesa 8,5 kg e é recarregado numa tomada no porta-malas do carro.

Patinete elétrico pode ser recarregado no porta-malas - mas só os 30 primeiros clientes terão como brinde
Patinete elétrico pode ser recarregado no porta-malas – mas só os 30 primeiros clientes terão como brinde divulgação/Peugeot

A má notícia: segundo a Peugeot, as 30 primeiras vagas do pré-venda já foram preenchidas. Além disso, pelo menos por enquanto, a marca não irá comercializar o patinete posteriormente, nem como um item separado.

Mecânica e equipamentos

O novo 3008 vem equipado com o conhecido motor 1.6 THP, com turbo e injeção direta. A configuração utilizada bebe apenas gasolina e gera 165 cv de potência, com 24,5 mkgf de torque a 1.400 rpm.

O câmbio será sempre automático de seis marchas, com trocas sequenciais no volante e tração dianteira. Segundo a Peugeot, a aceleração de 0 a 100 km/h é de 8,9 segundos, com 206 km/h de velocidade máxima.

Novo Peugeot 3008
Apliques pretos entre as lanternas e nas colunas criam interessante efeito visual divulgação/Peugeot

A versão Griffe não terá opcionais, mas já vem bem equipada. O destaque no interior é o painel de instrumentos totalmente digital e configurável, com uma tela TFT de 12,3 polegadas instalada de acordo com o conceito i-Cockpit – ou seja, sempre acima do pequeno volante, mais perto do nível dos olhos do condutor.

No console central, de visual bastante arrojado, ficam a central multimídia touchscreen de 8 polegadas e os comandos no estilo interruptor para diversas funções, como as do ar-condicionado digital de duas zonas, com saídas dedicadas para o banco traseiro.

Continua após a publicidade
Novo Peugeot 3008
Painel tem tela digital de 12,3 polegadas configurável divulgação/Peugeot

O pacote de segurança oferece controles de tração e estabilidade, seis airbags, fixações Isofix, faróis full-led direcionais com regulagem automática de facho

Entre os auxílios à condução, há assistente de partida em rampas, sensores de chuva e crepuscular, piloto automático, freio de estacionamento eletrônico, sensores de estacionamento e câmera de ré.

Já os equipamentos de conforto incluem teto solar elétrico, bancos dianteiros com aquecimento e cinco modos de massagem (o sistema é composto por oito bolsas de ar), banco do motorista com ajustes elétricos e carregador de smartphones por indução (sem fio).

Carregador de smartphones por indução faz parte do pacote
Carregador de smartphones por indução faz parte do pacote divulgação/Peugeot

E a concorrência?

Tendo como referência o valor cheio de R$ 139.990, a própria Peugeot elenca entre os concorrentes do novo 3008 os SUVS médios Hyundai New Tucson, o Kia Sportage 2.0 e o VW Tiguan 1.4 TSI.

O New Tucson parte de R$ 138.900 na versão GL, mas chega a R$ 147.900 na configuração GLS, com nível de equipamentos mais parecido com o do Peugeot. O Sportage, por seu lado, custa R$ R$ 139.990 na configuração mais completa, com itens exclusivos como detector de pontos cegos e seletor de modo de condução.

Já o VW Tiguan 1.4 TSI começa em R$ 130.408, mas chega a R$ 143.470 se forem adicionados itens que o 3008 oferece, como teto solar panorâmico, ar-condicionado digital e sensores de chuva e crepuscular.

O principal concorrente de fato, porém, deve ser mesmo o Jeep Compass, hoje o SUV mais vendido do país. Neste caso, a comparação já não é tão favorável: enquanto os rivais citados pela Peugeot são todos a gasolina/flex com tração dianteira, o Compass Longitude pode ser adquirido com motor diesel e tração 4×4 por R$ 137.990 – menos equipado, mas com inegáveis vantagens mecânicas.

Se a motorização diesel com tração integral não for prioridade, há o Compass Limited 2.0 flex 4×2. Seus números de desempenho e consumo certamente são piores que os do 3008 1.6 THP, e o pacote de itens de série não inclui teto solar panorâmico nem bancos de couro – mas custa R$ 129.990, dez mil reais a menos.

Além do produto em si, a Peugeot anuncia um novo serviço de pós venda chamado de Total Care para toda a linha. Ele inclui assistência 24 horas com reboque gratuito por oito anos (para casos de pane e colisão), revisão em até 24 horas, reembolso do valor da revisão se o horário de entrega do carro não for cumprido e um carro reserva no caso de o reparo ultrapassar quatro dias.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade