Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Blindados: melhores modelos

Não é qualquer carro que pode receber blindagens. SUVs estão no topo da lista, enquanto manuais e populares estão entre os piores

Por Alexandre Ule Ramos Atualizado em 9 nov 2016, 14h33 - Publicado em 23 jun 2015, 22h19
geral

Há carros que são mais fáceis de blindar que outros. Isso ocorre por várias razões, como menor tendência à torção, sistema eletrônico sem grande complexidade, vãos livres de maior dimensão etc. Quanto mais recursos tecnológicos ele tiver, maior será o trabalho da blindadora. – e maior terá de ser o cuidado para que não aconteçam problemas.

Não são raros os casos em que a rede CAN (que transmite os dados entre a central e os vários módulos) acaba danificada pela blindagem. Com o tempo, surgem panes difíceis de ser rastreadas, por causa da interrupção dessas linhas, geralmente fruto do descuido de quem faz o serviço, aliado à complexidade do modelo.

Mas uma das principais restrições à blindagem é motorização. Carro 1.0 ou com motor pouco potente numa carroceria grande não apresenta desempenho suficiente para lidar com o aumento de peso e a eventual necessidade de fuga de um assalto.

Outro problema é o teto solar. Quanto maior, mais caro e mais complexo é o serviço, pois o vidro precisará ser blindado. Como ele é muito mais pesado que o original, a estabilidade do veículo ficará prejudicada, pois o excesso de peso numa área alta eleva demais o centro de gravidade. Essa dificuldade se acentua nos carros com teto panorâmico, como o Land Rover Evoque.

Falando nele, é consenso entre as empresas que o veículo mais adequado é o utilitário esportivo. Mais alto e robusto, o SUV suporta bem a blindagem e encara melhor uma colisão que se mostre necessária para escapar de uma situação de risco.

Modelos com câmbio manual não têm restrições técnicas, mas vão virar mico, já que nesse segmento quase todos os carros são automáticos: além de mais confortáveis, eles reduzem a possibilidade de o motorista deixar o motor morrer numa emergência. Uma versão sem ar-condicionado, então, nem pensar, pois os vidros estarão fechados o tempo todo.

Continua após a publicidade

No mercado, os preferidos são Toyota Corolla (barato, fácil de blindar, é simples e robusto e tem ótima liquidez na revenda), Honda Civic (é como o Corolla, mas com liquidez e porta-malas menores), VW Tiguan (não é um SUV luxuoso muito caro, motor de 211 cv, alta liquidez), Hyundai Tucson (barato e discreto, apesar do motor fraco) e Evoque (preferido no alto luxo, motor de 240 cv e câmbio de nove marchas).

Veja também:

Blindados: como nascem

Blindados: níveis de proteção

Blindados: modelos usados

Blindados: como dirigir

Continua após a publicidade
Publicidade