Clique e assine por apenas 8,90/mês

Autodefesa: Chevrolet Tracker e Onix têm barulho nos motores 1.0 e 1.2

Sem ter solução, concessionárias Chevrolet dizem que o problema de ruído nos motores de Onix e Tracker é característica de projeto

Por Waldez Carmo Amorim - Atualizado em 7 ago 2020, 15h55 - Publicado em 24 jul 2020, 07h00

Proprietários dos recém-lançados Chevrolet Onix e Tracker criaram um grupo de WhatsApp para se ajudarem na solução de um problema que aflige a todos: barulhos no novo motor Ecotec de três cilindros, quando o pedal de freio é acionado.

“Somos mais de 20 pessoas”, diz um dos integrantes do grupo, o representante comercial Alex Sandro Lima, de Vila Velha (ES), dono de um Onix LT 2020. “Só consegui utilizar meu carro três meses depois de comprado”, fala.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Continua após a publicidade

“Nas duas concessionárias que levei, ele ficou parado por mais de 60 dias para tentarem consertar o problema. Trocaram o tensor da correia, óleo do motor, checaram a pressão do lubrificante, mas nada resolveu o defeito”, conta.

Seu carro apresenta alguma falha ou tem problema crônico? Nos conte-nos o que acontece: 55 11 99975-9245

“Preciso do veículo para trabalhar, mas tenho receio de utilizá-lo por envolver o sistema de freio”, afirma Alex.

Rafael deixou o carro na oficina para a troca da correia dentada Acervo Pessoal/Quatro Rodas

A falha ocorre nas versões aspirada e turbo do motor. Esta última é a que equipa o Onix LTZ 2019 da instrutora de trânsito Márcia Hesel de Oliveira, de Porto Alegre (RS).

Continua após a publicidade

“O barulho no motor inicia no momento em que o pedal de freio é liberado”, relata Márcia. “Na concessionária disseram ser característica dos veículos de três cilindros”, lembra a instrutora.

E nem mesmo os proprietários do SUV Tracker, que traz o motor 1.2 turbo, ficam de fora, como explica o piloto de avião Rafael Veiga Ferreira, de Curitiba (PR).

“Esse barulho ocorre desde os 400 quilômetros rodados. Agora o carro bloqueado está na concessionária aguardando a troca do tensor da correia dentada”, revela Rafael.

Nas concessionárias que contatamos, os atendentes nos informaram que estão orientados a encaminhar as reclamações desse tipo de falha para a fábrica, embora exista um documento de serviço IT – 055/2019, Ruído de motor – Auxílio ao diagnóstico, de 7 de novembro de 2019.

Continua após a publicidade

Em nossa apuração, reunimos queixas de 11 motoristas insatisfeitos com seus carros e enviamos para a fábrica. A GM analisou os casos e respondeu que, desses 11 casos, seis carros foram examinados, mas não apresentaram nenhuma anomalia.

Três ainda estavam sendo analisados (e em pelo menos um deles, o problema não havia se manifestado até aquele momento).

E, no que diz respeito aos dois restantes, um deles aguardava o cliente em distanciamento social levar o carro à oficina; em outro, o proprietário do veículo está acionando juridicamente a fábrica, que diz não comentar casos que estão sub judice.

O povo reclama

“Não entendo como a Chevrolet informa que o barulho é normal se alguns carros não fazem. E, então, por que deixar o carro na concessionária?” Naikow Krueger, gerente de TI, Itajaí (SC), Tracker Premier 2020

Continua após a publicidade

“O barulho ocorre desde os 450 km e 15 dias de uso. Na concessionária alegam que é característica do modelo.” Fernando Castro, coordenador de sistemas, São Paulo (SP), Tracker Premier 2020

“No carro de test-drive da concessionária não existe o barulho, mas no que eu comprei sim.” Fabiano Franco, analista de suporte, Campinas (SP), Onix LTZ Turbo 2019

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da nova edição de quatro rodas? clique aqui e tenha o acesso digital.

Publicidade