Aumento nos custos pode frear lançamento de tecnologia híbrida da PSA

Grupo busca parceiro para continuar desenvolvimento

fabricantes fabricantes

fabricantes (/)

O Grupo PSA Peugeot Citroën está buscando auxílio de outra montadora para dividir os custos de desenvolvimento para sua tecnologia de carros híbridos a ar, que foi revelada ainda em 2013 e, segundo os franceses, já estaria em um modelo de produção em 2016, mas, para fazê-lo, um aporte de cerca de US$ 500 milhões seria necessário.

Ainda segundo o Autonews, outra informação ruim para o projeto é que o seu líder, Karim Mokaddem, deixou a empresa em setembro do ano passado e a equipe, que contava com cerca de 180 engenheiros foi reduzida, então dificilmente veremos um carro movido a ar nos próximos anos sendo lançado no mercado.

Segundo a Peugeot, seu sistema permitiria um carro reduzir consumo de combustível em mais de 40%, deixando um compacto como o 208 ou C3, por exemplo, consumindo apenas 1.5 de combustível para rodar 50 km e emissões de C02 de 69g/km na cidade, já que o motor ficaria funcionando apenas com ar entre 60 e 80% do tempo com emissões zero.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s