Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Amsia, montadora chinesa dirigida por árabes, chega ao país

Companhia vai investir R$ 1 bilhão para construir uma fábrica no Brasil, que deve começar a operar no próximo ano

Por Daniela Barbosa, de Exame.com Atualizado em 9 nov 2016, 12h31 - Publicado em 27 jun 2013, 13h16
fabricantes

Mais uma montadora tem planos para explorar o mercado brasileiro e instalar por aqui uma fábrica. Nesta quinta-feira, o governo de Sergipe e a Amsia Motors vão assinar protocolo para instalação de uma unidade no estado nordestino. Os investimentos previstos giram em torno de 1 bilhão de reais.

A Amsia atua por meio de parcerias com montadoras chinesas, mas é controlada por um grupo árabe. Com uma linha de produção que abrange diversos segmentos de automóveis, além de ônibus e caminhões, a montadora planeja fabricar, no Brasil, carros híbridos e elétricos. Os planos são de gerar aproximadamente 4.000 empregos diretos.

A unidade será instalada no município da Barra dos Coqueiros, que pertence à região metropolitana de Aracaju. De acordo com o governo sergipano, com o acordo, a Amsia deve privilegiar parcerias com empresas do próprio estado para fornecimento de matéria prima.

Parte dos investimentos para a construção da fábrica pode vir do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), o Banco do Brasil e a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

Mustafá Ahmed, presidente da companhia, e o príncipe saudita Faisal Al Saud, investidor do grupo, estão no Brasil para acerto os detalhes finais da instalação da unidade, que deve entrar em operação a partir do segundo semestre do próximo ano. Além dos carros de passeio, a companhia não descarta a produção de ônibus e máquinas agrícolas no país.

Presente em 18 países, a companhia tem operações no mercado europeu, Ásia, África, América do Norte e agora América do Sul, com a unidade brasileira. Junto com suas parceiras, a companhia produz 1,7 milhão de automóveis por ano e soma vendas de cerca de 30 bilhões de dólares.

Continua após a publicidade

Publicidade