Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Adamastor Furia é o nome do primeiro superesportivo português

Com monocoque de fibra de carbono e produção restrita, supercarro português terá motor V6 biturbo da Ford e custará mais de R$ 9 milhões

Por Rafael Sommadossi
16 Maio 2024, 17h00

Pelo nome, parece até que já chegou ao mundo com uma certa idade. Mas Adamastor Furia realmente é o nome do primeiro superesportivo da história de Portugal. Terá a versão de rua, apresentada agora, e também uma versão de pista, ainda mais agressiva.

A Adamastor, nome da empresa responsável pelo projeto, fez uma transição desde o protótipo P003RL de 2019. O Furia marca uma evolução em relação ao seu antecessor, refletindo a reestruturação empresa. Agora, seu foco está em produzir poucas unidades de cada um dos seus superesportivos.

Adamastor Furia
(Adamastor/Divulgação)

O Furia, por exemplo terá apenas 60 unidades fabricadas em um ritmo de 25 carros por ano. O investimento de 17 milhões de euros impulsionou a produção do supercarro na cidade de Perafita, com a entrega dos primeiros carros prevista para 2025.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

O design do Furia Road é baseado em um chassi monocoque de fibra de carbono, priorizando rigidez e leveza do superesportivo. A aerodinâmica desempenhou um papel fundamental no desenvolvimento do carro, com a otimização feira com o uso de simulações CFD (dinâmica de fluídos computacional).

Adamastor Furia
(Adamastor/Divulgação)

O resultado chama atenção: o Furia Road gera 1000 kg de downforce a 250 km/h, enquanto o Furia Race consegue elevar essa marca para 1800 kg à mesma velocidade, superando carros de Fórmula 3 e Fórmula 2 de 2021.

Continua após a publicidade

Impulsionado por um motor V6 3.5 biturbo da Ford Performance, o Furia é anunciado com mais 650 cv de potência e mais de 58,2 kgfm de torque máximo. Apesar de números não tão surpreendentes em comparação com outros superesportivos, a sua leveza garantira o alto desempenho prometido.

Adamastor Furia
(Adamastor/Divulgação)

Com um preço fixado em 1,6 milhões de euros (quase 9 milhões de reais) antes dos impostos, o Adamastor Furia busca competir com as principais montadoras da indústria. Para Ricardo Quintas, diretor executivo da Adamastor, o Furia representa não apenas um superesportivo, mas também o orgulho e a ambição da indústria automotiva portuguesa, por se tratar da primeira unidade já feita na história de um superesportivo em Portugal.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.