Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

10 tecnologias do seu carro que surgiram primeiro nos aviões

Há mais tecnologias em comum entre carros e aviões do que nossa vã filosofia supõe saber

Por Eduardo Passos Atualizado em 5 set 2021, 14h49 - Publicado em 4 set 2021, 08h44

Drive-by-wire

Drive by Wire Embraer
Side-sticks aeronáuticos agem por comandos elétricos Divulgação/Quatro Rodas

Servos elétricos no lugar dos comandos mecânicos ou hidráulicos é pioneirismo da russa Tupolev na década de 1930. Nos automóveis, surgiu nos anos 1980. Devido aos custos de desenvolvimento e de produção (e a necessidade de redundância), hoje a tecnologia se limita ao acelerador e à caixa de marchas. Mas já houve modelos em série com sistemas de freios e de direção by-wire.

Controle de cruzeiro

Olivier Cleynen Acervo Pessoal
Motores de jatos comerciais são, na maior parte do tempo, controlados por computadores Olivier Cleynen/Acervo pessoal

O nome já sugere a origem do sistema, derivado do autothrottle que regula a potência dos motores por computador. O mecanismo estreou no caça nazista Me 262, onde domava sua aceleração instável.

Turbocompressor

Manutenção em turbina de avião na oficina da Varig.
Manutenção de um motor turbofan JT8 na antiga oficina da Varig Ricardo Chaves/Quatro Rodas

Sua primeira aplicação prática veio do suíço Alfred Büchi, em 1915. A ideia do engenheiro era evitar a perda de potência em altas altitudes, onde o ar é rarefeito. Décadas depois, o turbo chegou aos carros.

Sistema anticolisão

Anti Colisão
Alimentado pelo transponder, TCAS é capaz de desviar aviões em rota de colisão, orientando-os a proas divergentes Divulgação/Quatro Rodas

A automação veicular prevê a conexão entre os carros, como ocorre nos aviões. O sistema TCAS (Traffic Collision Avoidance System) tira as aeronaves da rota de colisão automaticamente.

Painel de instrumentos

Painel de instrumentos digital Embraer
Antes das telas modernas, aviões usavam tubos de raios catódicos iguais às TVs antigas Divulgação/Quatro Rodas

As centrais e clusters multimídia têm equivalentes nos ares desde os anos 1960, com o objetivo de fornecer maior volume de informação de forma clara e de rápido acesso e entendimento.

Continua após a publicidade

Torque vetorizado

Julian Herzog Acervo
Empuxo vetorizado é um dos grandes trunfos de caças de quinta geração, extremamente modernos Julian Herzog/Acervo pessoal

A vetorização do empuxo ganhou força no pós-guerra. Útil na manobrabilidade de caças, o sistema, em jatos comerciais, suaviza e estabiliza o voo ao dosar a força em cada um dos motores.

Aerofólios

Aerodinamica Nasa
Nos carros é questão de economia. Nos aviões, de existência NASA/Acervo pessoal

O estudo da aerodinâmica remete ao século 17, mas, na Era do Voo, seu domínio pelos cientistas decolou. Desde então, arrasto, sustentação e túneis de vento são parte indispensável na criação de novos carros.

Fibra de carbono

AIRBUS134
Airbus A350 utiliza materiais compósitos em fuselagem e outras peças Divulgação/Divulgação

Leve e resistente, a fibra é usada na aviação há mais de 50 anos. Hoje, materiais compósitos ainda mais eficientes dominam fuselagens de grandes jatos comerciais e cada vez mais os automóveis.

Alumínio

Aluminio Falcon
Não à toa, o maior medo de um avião antigo é virar panela Divulgação/Divulgação

Onde compósitos não servem, fabricantes optam por ligas de alumínio. O metal leve e seguro (que deforma antes de romper) é tão onipresente que, no primeiro voo dos irmãos Wright, em 1903, já era utilizado no projeto.

Check-up

Check Control OBD
Não existe acostamento no céu, por isso diagnósticos são cruciais para a operação da aeronave Divulgação/Divulgação

Os sistemas de diagnóstico já estavam presentes no Boeing B-29, avião militar que voou pela primeira vez em 1942, com avisos amplos, detalhados e preventivos, no painel, como nos carros mais modernos.

Continua após a publicidade

Publicidade