Clique e assine com até 75% de desconto

Melhor Compra Moto 2015 – Custom até 300 cm³

Por Da Redação Atualizado em 9 nov 2016, 14h47 - Publicado em 22 dez 2015, 18h01
SUZUKI INTRUDER 125

1° SUZUKI INTRUDER 125 – R$ 6.690

A Intruderzinha – como a moto é conhecida pela sua enorme legião de fãs – oferece uma relação custo-benefício que é difícil de ser batida nesta categoria. O preço inicial é acessível e é o melhor no segmento, além de sua manutenção ser fácil e barata. Outro ponto positivo que enche os olhos de quem tem é o seguro: o custo da apólice é quase metade do da Dafra Horizon e a franquia é a mais baixa quando comparada às outras duas concorrentes, já que seu índice de roubos é praticamente nulo. Além de tudo, o modelo da Suzuki usufrui da fama de indestrutível – que se justifica na prática, desde que ela seja bem-cuidada. A Intruder 125 é fabricada originariamente pela Haojue, a parceira chinesa da Suzuki. Suas linhas podem não agradar unanimemente: muitos criticam seu aspecto geral mais retrô e o porte magrinho, porém é justamente isso que ajuda a afastar a cobiça dos amigos do alheio e facilita sua utilização nos grandes centros urbanos sem maiores preocupações.

2° DAFRA KANSAS 150 – R$ 6.890

DAFRA KANSAS 150

A Kansas 150 resistiu ao tempo. Estava no primeiro grupo de motos lançado pela Dafra, em 2008, e continua firme e forte. É confortável e tem um visual mais robusto que o da Intruder 125, mas a manutenção mais frequente e complicada (a rede autorizada da Dafra é menor que a da Suzuki), a desvalorização maior que a da rival e os custos de seguro e franquia mais elevados a jogaram para o segundo lugar. A cesta de peças, contudo, é a mais barata.

3° DAFRA HORIZON 250 – R$ 16.390

DAFRA HORIZON 250

Embora esteja no grupo da Intruder 125 e Kansas 150, a Horizon 250 fica um degrau acima em todos os aspectos. Os custos são bem maiores, mas, como reina solitária entre as custom de 250 cm3, encaixa-se aqui. Ainda não emplacou no mercado, mais pelo preço relativamente alto. É gostosa de pilotar, confortável e o passo seguinte natural de quem tem uma custom menor. Se fosse mais barata, certamente venderia mais: é a única custom com motor de 250 cm3 comercializada no país atualmente.

Continua após a publicidade
Publicidade