Clique e assine por apenas 8,90/mês

Alfa Romeo completa 110 anos com Giulia de 540 cv e reabertura de museu

Acervo histórico poderá ser visitado pelo computador; edições especiais do Giulia têm inspiração no modelo de corridas de 1965

Por Fábio Black - Atualizado em 24 jun 2020, 16h54 - Publicado em 24 jun 2020, 16h33
Versões ainda mais esportivas do Giulia foram criadas para o aniversário Divulgação/Divulgação

A Alfa Romeo comemora, nesta quarta-feira (24), 110 anos. Para celebrar o feito, o fabricante reabriu as portas do museu em Arese, na Itália. E, além disso, lançou duas edições limitadas – ainda mais esportivas – do sedã Giulia, que seriam mostradas no Salão de Genebra, na Suíça, deste ano, cancelado por conta da Covid-19.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de quatro rodas? clique aqui e assine com 64% de desconto.

A empresa, fundada em 1910 na cidade italiana de Milão, ainda revelou novo acervo com 150 veículos históricos, troféus, ilustrações e motores. E se a pandemia do novo coronavírus frustrou os planos de quem pretendia visitar as instalações , será promovida uma visita virtual (e gratuita) por meio de seis vídeos.

O Museo Storic Alfa Romeo recebeu até uma nova seção dedicada aos veículos da empresa que serviram à Carabinieri, como é chamada a polícia nacional italiana. No total, há 18 espaços temáticos, com coleções que vão desde os primeiros veículos construídos até os modelos de Fórmula 1 e Indy.

Continua após a publicidade
Alfa Romeo Alfetta Berlina
Museu da Alfa Romeo tem uma área dedicada aos carros da “Carabinieri” Xico Buny/Quatro Rodas

Mas, para quem prefere viver o presente, as grandes vedetes da festa são as configurações GTA e GTAm, que têm como base o Giulia Quadrifoglio. Se o motor V6 2.9 biturbo foi mantido, a empresa fez mudanças para alcançar 540 cv de potência. Ou seja, 30 cv a mais em relação à versão mais potente até então.

Giulia Sprin GTA da Autodelta serviu de inspiração aos sedãs esportivos Divulgação/Divulgação

A inspiração veio do “Gran Turismo Alleggerita” (“Alleggerita” é o termo em italiano para se referir à leveza), carro desenvolvido pela Autodelta, equipe oficial da Alfa Romeo, sobre o Giulia Sprint GT de 1965. Entre as diferenças estava a carroceria de alumínio, 175 kg mais leve, e o motor 1.6 com 170 cv.

Nova versão GTAm é ainda mais preparada para as pistas Divulgação/Divulgação

O pequeno cupê ficou nas primeiras posições em todas as disputas da categoria à época, tornando-se um mito das pistas. Se os novos Giulia já não são leves e pequenos como antes, a marca tratou de melhorar a aerodinâmica e ainda trocou algumas peças por fibra de carbono para baixar até 100 kg do peso.

Edições limitadas têm escapamento feito para melhor o fluxo de gases Divulgação/Alfa Romeo

Como resultado, a versão GTA, a “mais mansa” dos novos Giulia envenenados, promete acelerar de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos. Para facilitar a vida dos pilotos amadores, haverá controle de largada. Já a velocidade máxima deverá superar os 300 km/h sem limitador eletrônico, de acordo com a marca.

Continua após a publicidade
Segunda fileira de bancos deu lugar a uma gaiola de proteção Divulgação/Divulgação

Ambas as configurações têm sistema de escapamento fornecida pela Akrapovič, instalado para melhorar o fluxo de gases. Mas apenas o Giulia GTAm, ainda mais preparado, trocou a segunda fileira dos bancos por uma gaiola capaz de aumentar a rigidez estrutural do esportivo e aprimorar a segurança nas pistas.

Maçanetas das porta foram trocadas por alças de tecido para aliviar peso Divulgação/Divulgação

Nem mesmo maçanetas (que deram lugar a alças de tecido) e painéis das portas traseiras sobreviveram à dieta promovida pela Alfa Romeo. Na parte de trás, em vez dos passageiros, como na opção GTA, agora há espaço para levar dois capacetes, além de um nicho dedicado especialmente ao extintor de incêndio.

O aniversário também foi celebrado por outras empresas, como a relojoaria suíça Eberhard & Co, que terá um cronógrafo em homenagem ao evento. Já a Compagnia Ducale, fabricante italiano de bicicletas, criou o modelo elétrico e-MTB Alfa Romeo 110º, ao estilo mountain bike, com desenho feito pela Alfa Romeo.

Moutain Bike elétrica foi desenvolvida em parceria com a Alfa Romeo Divulgação/Divulgação

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da nova edição de quatro rodas? clique aqui e tenha o acesso digital.

Fernando Pires/Quatro Rodas
Publicidade