Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Um carro elétrico com problemas pode receber um motor a combustão?

Além das aparências, o arranjo estrutural de um carro elétrico é muito diferente, e custo da conversão sairia mais caro do que um carro novo

Por Da Redação
19 dez 2023, 09h44
Caso um carro elétrico tenha pane de motor e baterias e não seja viável o conserto, é possível a adaptação de um motor a combustão neste veículo?

Mário Shishido, Bragança Paulista (SP)

Em automóveis que foram projetados para ser somente elétricos, não híbridos, essa adaptação é muito difícil devido à estrutura do carro elétrico. Geralmente nos veículos projetados para ser 100% elétricos a estrutura é pensada de uma maneira diferente em relação a um veículo a combustão.

“O famoso cofre do motor, como a gente diz, onde você tem a estrutura para a fixação de um motor a combustão e transmissão, não existe ou é muito limitado em veículos elétricos. Já no assoalho onde a bateria fica armazenada, não existem pontos de fixação para o sistema de exaustão do motor, tanque de combustível e do diferencial no caso de veículos com tração traseira”, afirma Wanderlei Marinho, que faz parte da Comissão Técnica de Veículos Elétricos e Híbridos da SAE Brasil.

Continua após a publicidade

Sendo assim, praticamente é impossível fazer essa adaptação e seu custo ficaria mais inviável do que o próprio reparo de todo o sistema elétrico do veículo.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.