Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Renault Kwid E-Tech é o primeiro carro elétrico por menos de R$ 100.000

Com BYD Dolphin Mini a caminho, Renault altera estratégia de preços e faz do Kwid o primeiro carro elétrico a custar menos de R$ 100.000

Por Eduardo Passos
7 fev 2024, 19h00

A concorrência entre os carros elétricos de entrada não para de crescer, e os descontos seguem acontecendo. Dessa vez, foi o Renault Kwid E-Tech que teve uma redução generosa em seu preço: daqui em diante, o subcompacto passa a custar R$ 99.990, informou a marca sem dar maiores detalhes.

É o terceiro desconto desde agosto do ano passado, quando o E-Kwid ainda custava R$ 149.990. Nada menos que R$ 50.000 mais barato em seis meses, se tornando, também, o primeiro elétrico a cruzar a fronteira psicológica dos R$ 100.000 — o JAC e-JS1, segundo mais barato, sai por R$ 126.990.

Renault Kwid Outsider
Diferença entre os Kwid E-Tech e Outsider (foto) agora é de aproximadamente R$ 20.000 (Rodolfo Buhrer/La Imagem/Renault)

A estratégia da Renault pode ter a ver com a chegada do BYD Dolphin Mini, cuja expectativa é de ampliar o sucesso de vendas do Dolphin. O irmão maior custa R$ 149.800, mas é bem mais equipado que o Kwid, por exemplo; o custo-benefício agradou e, em 2023, ele vendeu mais que todos os outros carros elétricos somados.

Continua após a publicidade

O Dolphin Mini, por sua vez, é um pouco menos sofisticado e menor, levando quatro passageiros assim como o concorrente da Renault, mas ainda oferece painel com boas telas e acabamento superior ao estilo “pé-de-boi” que versões básicas costumam entregar no mercado brasileiro. Segundo relatos, ele chegará ao país custando a partir de R$ 99.800 — quase o mesmo do Kwid.

BYD Dolphin Mini 2024
Parece que a concorrência já se prepara para o BYD Dolphin Mini (Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

Quem optar pelos R$ 99.990 do Kwid terá a disposição o motor de 65 cv e 11,5 kgfm, com bateria de 26,8 kWh que, segundo o Inmetro, rende 185 km. Na prática, é possível ir bem além disso; o Dolphin Mini, com 30 kWh, deve superar o Renault em cerca de 20 km. Por conta das dimensões, ambos levam quatro ocupantes, mas deveremos ter uma versão mais cara do BYD com espaço para cinco pessoas.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.