Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Chery terá fábrica de carros elétricos na Argentina

Nova fábrica teria capacidade para fabricar até 50.000 unidades por ano; órgãos do governo local falam em carro de quatro lugares

Por Henrique Rodriguez Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
10 fev 2022, 15h38

A Chery está se preparando para construir uma fábrica dedicada a carros elétricos na Argentina. As nova unidade teria capacidade para produzir até 50.000 carros por ano e será instalada na província de Santa Fé, no centro-leste do país e cuja capital (Santa Fé) fica a cerca de 470 km de Buenos Aires.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

Esta fábrica não teria relação com a Caoa Chery, que representa a marca no Brasil, mas sim com a matriz da empresa, na China. A confirmação partiu da diretora executiva da Argenchina (Câmara Argentina-Chinesa de Produção, Indústria e Comércio), Alejandra Conconi, às vésperas de uma visita do presidente da Argentina, Alberto Fernández, à China.

São 3,1 m de comprimento, com 2,15 m entre eixos
São 3,1 m de comprimento, com 2,15 m entre eixos (Divulgação/Chery)

O embaixador argentino na China já havia antecipado a negociação. Além da possibilidade da capacidade produtiva escalar até as 50.000 unidades, anteciparam que a produção começaria por um carro elétrico de quatro lugares, uma definição que se aplica tanto ao QQ Ice Cream quanto ao eQ1.

Os menores carros elétricos da Chery

O Chery eQ1, inclusive, já está em testes no Brasil e pode ser lançado ainda em 2022. É um subcompacto com foco urbano e conceito é similar ao do Smart ForTwo: um pequeno monobloco feito em alumínio e coberto por peças plásticas coloridas. São só 3,2 m de comprimento e 2,15 de entre-eixos.

Continua após a publicidade
Chery eQ1 tem tudo para desbancar JAC e-JS1 como elétrico mais barato do Brasil
Chery eQ1 tem tudo para desbancar JAC e-JS1 como elétrico mais barato do Brasil (Divulgação/Chery)

As baterias de Ion-Lítio dão autonomia de 301 km (ciclo NEDC, menos rigoroso), justificável pelo motor de modestos 40 cv e 12,2 kgfm. Tem central multimídia de 10’’, quadro de instrumentos de LCD, assistente de estacionamento e suspensão independente e é vendido por menos de R$ 60.000 na China.

Chery QQ Ice Cream 2022 elétrico
(Reprodução/Internet)

O novo Chery QQ Ice Cream, por sua vez, é ainda mais fraco e barato: seus preços na China partem dos 29.900 yuan, o equivalente a R$ 26.000. Tem meros 2,98 m de comprimento e 1,96 m de entre-eixos, e leva até quatro passageiros. O segredo para isso é abrir mão do porta-malas, onde ergue-se o banco traseiro.

Compartilhe essa matéria via:
Chery QQ Ice Cream 2022 elétrico
(Reprodução/Internet)

A versão mais barata chama-se Pudim (é sério!) e não tem ar-condicionado, só aquecimento do ar. Mas monitor de pressão dos pneus, sensores de ré, câmera de ré e assistente de partida em rampa são equipamentos de série. A bateria de 9,6 kWh garante autonomia para 120 km no ciclo NEDC.

Chery QQ Ice Cream 2022 elétrico
(Reprodução/Internet)

A versão intermediária, Casquinha, e a topo de linha, Sundae, têm bateria de 13,6 kWh, elevando a autonomia para 170 km (NEDC) e o tempo de recarga de 6 para 8 horas em tomada doméstica. O motor é sempre o mesmo, um elétrico síncrono com 27 cv e 8,5 kgfm. É suficiente para ter máxima acima dos 100 km/h. A tração é traseira e, como o antigo QQ, a suspensão traseira é por eixo rígido.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

A edição 754 de QUATRO RODAS já está nas bancas!

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.