Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Um carro elétrico pode recarregar a bateria sendo rebocado?

Não é impossível, mas é uma condição que os fabricantes não recomendam. Até mesmo porque não se pode rebocá-los de qualquer jeito

Por Leonardo Barboza
12 set 2022, 13h57
É possível carregar a bateria no modo regenerativo de um veículo elétrico que está sendo guinchado por outro?

Francisco de Lima Pires, São Paulo (SP)

Não é impossível, mas não é recomendável. Embora carros elétricos são capazes de recarregar as baterias aproveitando a energia cinética do seu movimento, eles nem sequer podem ser rebocados com as as rodas no chão sob a pena de sobrecarga dos seus sistemas.

Vale considerar que no uso normal o sistema de recuperação de energia entra em operação apenas em momentos de frenagem e desaceleração, não de maneira contínua.

A BYD não recomenda, em hipótese nenhuma, que um veículo com a bateria descarregada seja carregado rebocado dessa maneira. O carro elétrico sem energia deve ser rebocado por prancha e pessoal especializado, sem que nenhuma das rodas do veículo toque o chão, sob pena de danos nos componentes de alta-tensão.

Se a pane foi por falta de bateria, o correto é levar o carro até um eletroposto apropriado, aguardar sua recarga e depois seguir a viagem em segurança.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.