Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Correio Técnico: Qual a diferença entre a gasolina comum e a de aviação?

Combustíveis possuem propriedades físicas e químicas distintas feitas para cada aplicação

Por Redação Atualizado em 8 Maio 2021, 09h00 - Publicado em 5 ago 2019, 07h00
O combustível que entra no avião é bem diferente do usado nos carros
O combustível que entra no avião é bem diferente do usado nos carros Shell/Divulgação

Qual a diferença entre a gasolina comum, a de aviação e o querosene de aviação? – Wagner Morine, São Paulo (SP)

Basicamente tudo: número de octanas, percentual de chumbo e até volatilidade. A principal diferença está no quanto o combustível aguenta ser comprimido antes de detonar, índice popularmente conhecido como octanagem.

“A gasolina de aviação, que é usada em aeronaves com motores a pistão, é totalmente isenta de etanol anidro e possui maior número de octanas, mas conta com altos índices de enxofre e de chumbo tetraetila”, detalha Gilberto Pose, coordenador de produtos da Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil.

Aeronaves com motores a pistão costumam usar gasolina de aviação
Aeronaves com motores a pistão costumam usar gasolina de aviação Reprodução/Internet
Continua após a publicidade

O uso de gasolina de aviação em carros pode provocar danos severos ao motor e ao catalisador. Já o querosene para aeronaves tem um comportamento distinto.

Sua queima não ocorre por detonação e ele deve se manter líquido em diferentes temperaturas e pressões, já que um avião frequenta altitudes elevadas e ambientes abaixo de -50 oC.

Além disso, ele é pouco volátil e tem uma característica lubrificante, como o diesel — que, assim como o etanol, raramente é usado em aviões e helicópteros.

A diferença entre os combustíveis é física e química

Unidade Gasolina Automotiva Gasolina de Aviação Querosene de Aviação
Cor De incolor a amarelada Azul Incolor
Teor de etanol anidro (em volume) De 26% a 28% Zero Zero
Octanagem  (mínimo) Número de octanas 82,0 99,6 Não se aplica
Teor de enxofre (máximo) (mg/kg) 50 500 3.000
Chumbo tetraetila (máximo) (g/l) 0,005 0,56 Não se aplica

Fonte: Shell

Tem outras dúvidas? Envie sua pergunta para correiotecnico@abril.com.br!
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês