Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Rodando com rodo

Por Redação 19 ago 2013, 14h45

Por Péricles Malheiros

33 786 km

Antes de completar 10 000 km, nosso Eco de Longa encarou os 1 000 km entre São Paulo e Brasília. Dessa viagem, o editor Péricles Malheiros retornou com uma reclamação cuja necessidade de reparo era urgente. “As palhetas trepidaram do início ao fim do trajeto”, disse ele. E desta vez não foi diferente.

A manutenção que marcou a entrada do nosso Eco na segunda metade do teste foi feita na Paulinvel, em São Paulo. Coisa básica: troca de óleo e filtro, mais o filtro de combustível, por 422 reais – o valor sugerido é de 428 reais. Pedimos ainda a execução de alinhamento, balanceamento e rodízio, ao (bom) preço de 98 reais. Outra solicitação foi para uma nova verificação das palhetas – substituídas duas vezes e reparadas outras duas. O ar-condicionado, cuja eficiência havia diminuído pouco antes da revisão, também foi verificado pela Paulinvel. “A ventilação e o aquecimento estavam normais, mas não resfriava a cabine porque o nível de gás estava abaixo do recomendado. Demos uma nova carga de gás refrigerante e tudo voltou ao normal”, disse o consultor técnico. Ele não soube explicar o motivo do sumiço do gás. O SUV mal havia saído da revisão dos 30 000 km e lá se foi novamente o editor Péricles Malheiros rumo a Brasília. “Saí de madrugada e atravessei o estado de São Paulo inteiro e boa parte de Minas Gerais com pista molhada. Sofri com o funcionamento por quase 600 km. Ao volante, inclinava o corpo a todo momento para o lado, a fim de desviar o olhar da área do para-brisa com água acumulada em virtude do mau funcionamento da palheta. Foi muito cansativo e até perigoso”, disse Péricles.

Consultada, em abril a Ford reconheceu que “alguns veículos apresentaram trepidação das palhetas”, mas descartou a necessidade de decretar um recall por julgar que o fato não compromete a segurança. “Discordo. Dirigi muito à noite e com chuva. A visibilidade é bastante prejudicada”, diz Péricles.

Consumo

No mês (17,1% na cidade) – Etanol 8,1 km/l
Desde dez/12 (25,7% na cidade) – Etanol 7,8 km/l

Continua após a publicidade

Principais ocorrências

6 290 km marcador de combustível indica nível abaixo do real
8 968 km alarme dispara com o carro estacionado sob chuva intensa
9 326 km Substituição de braços e palhetas do para-brisa em garantia. Estavam trepidando
10 857 km Palheta do limpador de para-brisa voltou a vibrar
16 308 km Espelho do para-sol direito solto
16 645 km Portinhola de acesso ao bocal de abastecimento do tanque solta
17 669 km Borracha da porta traseira direita solta
18 565 km alarme dispara com o carro estacionado sob chuva intensa
24 792 km Portinhola de acesso ao bocal de abastecimento do tanque solta
24 901 km marcador de combustível indica nível abaixo do real

Diário

645_longaeco_02

 

Nosso Eco de Longa atravessa um cafezal em Nepomuceno (MG), a 233 km de Belo Horizonte | Enquanto o Duster se despede da frota, Eco atinge metade da jornada no Longa Duração

Continua após a publicidade

Publicidade