Clique e assine por apenas 8,90/mês

Peugeot 208 1.2: altos e baixos da economia

Peugeot investe pouco nas mudanças estéticas na linha 2017 do 208, mas seu novo motor três cilindros 1.2 o coloca entre os carros mais econômicos do Brasil

Por isadora Carvalho - Atualizado em 23 nov 2016, 21h15 - Publicado em 22 jun 2016, 17h31
Peugeot 208 1.2
Faróis redesenhados e grade mais robusta

A Peugeot lança a linha 2017 do 208 e apresenta o inédito motor Pure Tech 1.2 litro de três cilindros com foco na economia de combustível. Em números, o novo motor perdeu 3 cv e 1 mkgf de torque em relação ao antecessor (e aposentado) 1.5. Parece um passo atrás, mas, segundo a Peugeot, o novo motor é até 37% mais econômico que o velho 1.5.

Peugeot 208 1.2
O inédito motor 1.2 com 90 cv mostra economia acima da média

Em nosso campo de provas, o hatch não confirmou a expectativa de ser o mais econômico do Brasil, como havia afirmado o Inmetro durante seu lançamento. Mas também não deixou a desejar: 12,5 km/l e 17,2 km/l, respectivamente, na cidade e na estrada, com gasolina, o que representa a 9ª melhor marca registrada em nosso ranking de testes, considerando os modelos movidos apenas a combustão.

Sem referência em relação ao antigo 208 1.5 – testado sob o padrão anterior de QUATRO RODAS, que era 100% de etanol –, a comparação recai sobre os também tricilindros Fox (14,2/18,5 km/l), Ka (11,5/15,6 km/l) e HB20 (12/17,5 km/l). Aqui, o mérito do 208 é ainda maior, pois é o único da turma acima de 1.0.

Se fez bonito nas provas de consumo, nas de desempenho o 208 modelo 2017 ficou devendo: com gasolina, ele cumpriu o 0 a 100 km/h em 17,2 s, ante 15,9 s do Fox, 15,3 s do Ka e 17,1 s do HB20. Aqui, o que era mérito passou a jogar contra: com o motor maior, o 208 tinha a obrigação de não ser o mais lento.

Peugeot 208 1.2
As lanternas são fumê, com iluminação parcial por led

Desde o seu lançamento, em 2012, o 208 se mostra inferior aos rivais em capacidade de frenagem. E essa baixa performance se repete. Na prova de 120 km/h a 0, por exemplo, ele foi o pior: percorreu longos 72,6 m, distância 9,2% maior que a média dos quatro rivais, de 66,5 m.

Peugeot 208 1.2
Motorização 1.2 terá sempre câmbio manual de cinco marchas, sem opção de automático

À exceção do motor, o comportamento geral do 208 segue o igual. A direção elétrica garante manobras ágeis e com baixo esforço, mas em alta velocidade essa leveza transmite insegurança. Característica comum em motores com número ímpar de cilindros, a vibração é bem filtrada no 208. Ao contrário de outros três cilindros, como Up! e Ka, no 208 quase não se nota (ou se sente) o volante trepidando. E esse bom trabalho de isolamento se reflete no nível de ruído, abaixo da média do segmento.

Continua após a publicidade
Peugeot 208 1.2
As molduras dos faróis de neblina ganharam novo formato

Na estética, alterações pontuais, a maioria inaugurada no 208 GT. A grade ficou com a moldura mais larga e os faróis trazem uma barra de led. No para-choque há novas molduras dos faróis de neblina. Atrás, as lanternas ganharam acabamento fumê.

Na cabine, alterações ainda mais discretas. A central multimídia agora permite espelhamento da tela do celular e também funciona com Apple CarPlay – não há previsão de compatibilizar o sistema com Android Auto.

Peugeot 208 1.2
A central multimídia conta com espelhamento de celular

Os preços se mantiveram: entre R$ 48.190 (Active 1.2) e R$ 54.990 (Allure 1.2) – clique aqui para conferir os equipamentos de cada versão. O recém-lançado Citroën C3 com o mesmo motor 1.2 custa menos, entre R$ 46.490 e R$ 52.690. Porém, o 208 está acima da média em equipamentos e acabamento.

VEREDICTO

Continua após a publicidade

Feito para quem gosta de dirigir, o 208 também vai surpreender por ser muito econômico. O único porém é o preço, ainda maior frente aos concorrentes.

Teste de Pista (com gasolina)
Aceleração de 0 a 100 km/h 17,2 s
Aceleração de 0 a 1.000 m 38 s – 136 km/h
Retomada de 40 a 80 km/h (em 3ª) 9,5 s
Retomada de 60 a 100 km/h (em 4ª) 13,7 s
Retomada de 80 a 120 km/h (em 5ª) 22,6 s
Frenagens de 60 / 80 / 120 km/h a 0 16,2 / 31,3 / 72,6 m
Consumo urbano 12,5 km/l
Consumo rodoviário 17,2 km/l

Ficha Técnica – Peugeot 208 Allure 1.2
Preço R$ 54.990
Motor flex, diant., transv., 3 cil., 1.199 cm3, 12V, 90/84 cv a 5.750 rpm, 13/12,2 mkgf a 2.750 rpm
Câmbio manual, 5 marchas, tração dianteira
Suspensão McPherson (diant.) / eixo de torção (tras.)
Freios discos sólidos (diant) / tambor (tras.)
Direção elétrica, 11,2 m (diâm. giro)
Rodas e pneus liga leve, 195/60 R15
Dimensões comprimento, 397,5 cm; altura, 147,2 cm; largura, 170,2 cm; entre-eixos, 254,1 cm
Equipamentos de série ar dual zone, teto solar, central multimídia, sensor de estacionamento

Publicidade