Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Números desfalcados

Por Redação 29 jun 2011, 11h32

Por Péricles Malheiros

11500 km

Todo carro de Longa Duração exige, antes de qualquer parada para revisão, uma visita ao site do fabricante. Ao consultarmos o da Peugeot, em meados de abril, ficamos decepcionados por descobrir que as tabelas com os preços fixos das revisões não contemplavam os dois últimos lançamentos da marca: o 3008 e o sedã 408. Mais tarde, porém, boas notícias. Próximo do fechamento desta edição, no início de maio, o site já apresentava os preços das revisões dos Peugeot estreantes.

A primeira tentativa de agendamento da revisão foi frustrante. A atendente da autorizada Victoire avisou que só poderia nos atender dali a três semanas. Tentamos, depois, a concessionária Pavillon, que aceitou de imediato o carro. Ao deixarmos nosso crossover sob os cuidados da Pavillon, o consultor apontou para um enorme banner e disse: “A revisão de 10000 km custa 297 reais”. Ou seja, foi honesto quanto ao valor e não empurrou serviços desnecessários. Ele também se comprometeu a entregar o carro no dia seguinte. Deixamos uma única solicitação: fazer alinhamento, balanceamento e rodízio – a fábrica recomenda esses serviços a cada 10000 km. Na primeira viagem pós-revisão, ao interior de São Paulo, porém, a direção trepidava acima de 100 km/h. De volta à capital, retornamos à Pavillon e descobrimos que os serviços extras simplesmente não foram executados. O consultor nos pediu que voltássemos no dia seguinte. E foi o que fizemos. Nova frustração: “Descobri que ainda não temos os parâmetros para fazer o alinhamento desse carro”, disse o mesmo consultor em tom de desculpa, explicando que a fábrica ainda não havia fornecido as informações necessárias. Inconformados com tantas idas e vindas sem resultados, deixamos clara nossa insatisfação. O próximo passo é tentar realizar os serviços em outra concessionária.

Consumo:

No mês (15,7% na cidade): Gasolina – 10,7 km/l

Desde mar/11 (31,7% na cidade): Gaolina – 9,8 km/l

Porta-objetos é refrigerado, mas a ventilação é constante, sem possibilidade de fechamento (esq.); Porta-trecos no assoalho traseiro são uma herança do lado minivan do crossover 3008 (dir.).

Continua após a publicidade

Publicidade