Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Longa Duração: Toyota Prius passa por recall; será que reparo deu certo?

Moderno e de origem japonesa. Mesmo assim, não é que o nosso híbrido foi alvo de um chamado por causa de um risco de curto-circuito?

Por Péricles Malheiros Atualizado em 27 nov 2019, 12h12 - Publicado em 4 mar 2019, 09h00
Concessionária Sorana: recall executado em duas horas Eduardo Campilongo/Quatro Rodas

Há duas maneiras de interpretar um recall: enxergando no chamamento de correção um rigor por parte da fábrica, que detectou uma falha num produto que já havia vendido ou uma desatenção que poderia ferir ou até matar alguém.

Seja lá qual for o seu pensamento, o fato é que nenhum automóvel no mundo está livre de ser alvo de um recall.

Veja só o Toyota Prius. Fruto de um projeto moderno e construído por uma das marcas mais afamadas quando o tema é confiabilidade e robustez, ele ganhou um recall em setembro.

A convocação tinha como objetivo eliminar o risco de um curto-circuito no chicote elétrico da unidade de controle do sistema híbrido. Segundo a marca, a vibração ocasionada pelo movimento do carro pode gerar atrito entre o cabo e uma capa de proteção.

Com o tempo e em casos extremos, esse atrito pode expor os fios metálicos de condução de energia. Se essa parte entrar em contato com outro corpo condutor, o curto-circuito é certo, com alto risco de incêndio.

Continua após a publicidade

Gilberto Araújo, um dos responsáveis pelo pós-venda da marca, explica:

“Uma proteção antiatrito reforçada será aplicada em todos os casos, mas cada carro será analisado. Nos cabos com desgaste leve, aplicaremos um reforço extra no próprio cabo, além do material antiatrito. No caso de algum chicote se apresentar com filamentos expostos, substituiremos o cabo por completo.”

Se você tem um Prius, se apresse para resolver o problema: no caso de um curto-circuito, o carro não entra em modo de proteção. O do nosso já está resolvido: foram duas horas para fazer o reparo na concessionária paulistana Sorana.

Toyota Prius – 45.272 km

    Consumo

    • No mês: 17,1 km/l com 32,6% de rodagem na cidade
    • Desde fev/18: 16,9 km/l com 29,3% de rodagem na cidade
    • Combustível: gasolina, elétrico.

    Ficha técnica

    • Versão: 1.8 16V híbrido
    • Motor: 4 cilindros, dianteira, transversal, 1.798 cm3, 16V, 98 cv a 5.200 rpm, 14,5 mkgf a 3.600 rpm/ elétrico, 72 cv, 16,6 mkgf/potência combinada, 123 cv
    • Câmbio: aut., CVT
    • Seguro (perfil QUATRO RODAS): R$ 8.646
    • Revisões (até 60.000 Km): R$ 3.702
    Continua após a publicidade

    Publicidade