Clique e assine por apenas 5,90/mês

Longa Duração: Chevrolet Onix Plus já acumula cicatrizes aos 10.000 km

Entrega atrasada por recall, manutenções não previstas, mau funcionamento e um incidente rodoviário. É muita experiência de vida para alguém tão jovem

Por Péricles Malheiros - Atualizado em 12 jul 2020, 13h54 - Publicado em 22 abr 2020, 07h00
Peça de caminhão perdida na estrada foi lançada contra a dianteira do Onix por outro caminhão, que viajava à frente Fernando Pires/Quatro Rodas

Depois de um atraso na entrega por conta de um recall da central eletrônica, nosso Onix Plus não teve vida fácil.

Já precisou visitar a rede Chevrolet para que fosse feita a troca de um derivador em Y da linha de combustível (que poderia vazar) e do led do câmbio (que não iluminava as marcas de posição da alavanca).

Manutenções feitas em garantia, é verdade, mas que são capazes de incomodar qualquer dono de carro zero-quilômetro. Ainda assim, o ritmo de uso segue acelerado e nosso carro já passa dos 10.000 km. Ou seja, já fizemos a primeira revisão.

A concessionária escolhida foi a Vigorito, de São Paulo. Deixamos o carro com um pedido de verificação de barulhos na dianteira e acionamento involuntário do limpador de para-brisa.

Além do deslocamento da moldura do DRL, a peça de caminhão causou um pequeno furo no para-choque Fernando Pires/Quatro Rodas

Reportamos ainda um episódio de forte tranco no câmbio logo após dar a partida no motor. “A luz de anomalia chegou a ficar acesa no painel, mas desligou após alguns quilômetros”, diz Péricles Malheiros, editor de Longa Duração.

Pouco depois de deixar o Onix na Vigorito, o piloto de testes Leonardo Barboza recebeu uma ligação:

Continua após a publicidade

“Era o consultor técnico sugerindo troca do filtro de cabine e higienização do ar. Dispensei a higienização, mas pedi para verificar se o filtro precisava mesmo ser trocado. Queria aferir o nível de honestidade, já que havíamos colocado um filtro novo poucos dias antes”.

O carro passou dois dias na Vigorito e, quando foi liberado, ouvimos do consultor:

“O filtro de cabine estava novo, não precisava mesmo ser trocado. Sobre os ruídos, fizemos um reaperto da suspensão e reposicionamos a articulação que faz a ligação entre a coluna e a caixa de direção”.

Quanto ao câmbio, ele disse: “Fiz uma atualização da unidade de controle. Não deve voltar a dar problema. Só fico devendo a alavanca do limpador, pois não tenho a peça em estoque. Quando chegar, aviso”. Vamos aguardar.

Revisado, nosso Onix caiu na estrada. E saiu ferido dela.

“Sob chuva intensa, um caminhão à frente passou por cima de uma catraca de fita de retenção de carga. Atingi em cheio a peça, que deslocou a moldura do DRL e fez um pequeno furo na parte inferior esquerda do para-choque ”, conta Péricles.

GM Onix Plus – 10.049 km

Ficha técnica:
Versão: Premier 1.0 12V Turbo
Motor: 3 cilindros, dianteiro, transversal, 999 cm3, 12V, turbo, 116/116 cv a 5.500 rpm, 16,8/16,3 mkgf
a 2.000 rpm
Câmbio: Automático, 6 marchas, tração dianteira
Seguro: R$ 1.545 (Perfil Quatro Rodas)
Revisões: Até 60.000 km – R$ 2.936
Gasto no mês: Combustível: R$ 911
Revisão: R$ 280
Alinhamento: R$ 180
Consumo: No mês: 11,6 km/l com 23,1% de rodagem na cidade
Desde dez/19: 11,6 km/l com 23,8% de rodagem na cidade
Combustível: Flex (gasolina)

 

Continua após a publicidade
Publicidade