Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Kia EV9 mostra que é mais que um Soul gigante com grade digital

O SUV elétrico, que chega no primeiro semestre de 2024, tem a missão de ser referência no reposicionamento da Kia no mercado mundial

Por Paulo Campo Grande Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
9 jan 2024, 17h00

Quando a Kia apresentou seu novo logotipo, no fim de 2021, poderia parecer mais uma entre tantas se adaptando à digitalização, que pede
imagens 2D. O logo da Kia, porém, veio acompanhado de mudanças mais profundas na empresa.

https://www.youtube.com/watch?v=8fyM8XsN7Xw

Via live no YouTube, seu presidente, Ho Sung Song, anunciou novo nome para a companhia (simplesmente Kia, no lugar de Kia Motors Corporation), nova orientação no mercado (“a Kia deixa de ser uma fabricante de veículos para se tornar uma criadora de soluções de mobilidade”, declarou o executivo) e nova linguagem no design dos carros, entre outros aspectos revistos.

No Brasil, nós tivemos uma amostra desse processo por meio do design incomum dos carros. Foi logo no início de 2022, quando a Kia apre-
sentou Niro, Sportage e, principalmente, o EV6 (este ainda sem data de estreia). Agora, porém, QUATRO RODAS participou do lançamento do EV9 (que deve chegar ao Brasil no primeiro semestre de 2024). E essa experiência ajudou a entender melhor a transformação da Kia.

Kia EV9
Novo logotipo da Kia tem posição de destaque na tampa traseira (Divulgação/Kia)

O local da apresentação do EV9 foi o Deserto do Atacama, no norte do Chile, um lugar lindo e de difícil acesso, que casa com o novo slogan da marca: “Movement that inspires” – movimento que inspira. De fato, nada mais inspirador do que visitar paraísos naturais pouco explorados, dirigindo um automóvel.

Visitar o Atacama, todavia, pode não ser apenas uma experiência turística para os mais conscientes, porque ele fica em uma região onde a água é escassa e as pessoas precisam usar esse recurso com muito critério. Em dado momento do evento, essa particularidade da vida no deserto foi evidenciada.

Continua após a publicidade

Os convidados da Kia se alojaram em tendas individuais com todo o conforto, mas os banheiros, com água quente, eram coletivos. Além do didatismo do acampamento, uma das primeiras características do carro mostradas foi o uso de materiais reciclados e recicláveis, no-
tadamente, no acabamento da cabine.

Kia EV9 Village - Regional Launch Event 2
Apresentação oficial para convidados e jornalistas (Divulgação/Kia)

No painel, há espuma derivada de garrafas PET, na parte superior, e plástico derivado de cana-de-açúcar, no console. Nas laterais das portas, empregou-se plásticos retirados do fundo dos oceanos e tinta de origem vegetal. E, no enchimento dos bancos, fibras de PET e de palha de milho.

O EV9 é elétrico. Ele representa o topo de uma gama que terá nove modelos, começando pelo ainda inédito EV1, um compacto urbano, que poderia ser tratado como sucessor do Picanto. Até 2027, serão lançados sete SUVs, segundo o presidente.

Kia EV9 Village - Regional Launch Event 4
Alojamento para os convidados em meio ao deserto do Atacama, no Chile (Divulgação/Kia)

No Brasil, além do EV9, teremos o Niro EV, que deve chegar na mesma época do EV9, e o EV5, este talvez no segundo semestre de 2024.

O EV9 foi apresentado em duas versões de acabamento (Air e GT-Line) e duas motorizações (um e dois motores). A Air tem estilo mais clássico – se é que se pode chamar de clássico um modelo com um design tão original, como se pode ver nas fotos. Essa versão tem frisos na cor prata, rodas diamantadas e retrovisores na cor da carroceria. A GT-Line, mais esportiva, vem com frisos, rodas e espelhos na cor preta.

Continua após a publicidade
Kia EV9 Village - Regional Launch Event 6
(Divulgação/Kia)

O tema do nariz de tigre adotado na grade dos carros a combustão foi mantido, sendo desenhado com frisos, na versão Air, e com linhas de led, na GT-Line.

Em relação aos motores (síncronos de ímãs permanentes), na configuração que usa apenas um, ele é instalado no eixo traseiro (RWD) e rende 217 cv de potência e 35,7 kgfm de torque. Na versão com dois motores, há um para cada eixo (AWD) com força máxima de 384 cv e 71,4 kgfm. O conjunto de baterias (íons de lítio) é sempre o mesmo, com capacidade de 99,8 kWh, o que resulta em autonomias diferentes: 541 km, no caso do RWD, e 497, no AWD. A primeira pesa 2.426 kg e a segunda, 2.569 kg.

O desempenho também muda. Segundo a fábrica, a RWD faz de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos e atinge a velocidade máxima de 185 km/h. E a AWD acelera em 5,3 segundos e chega a 200 km/h. No que diz respeito ao carregamento, de acordo com a Kia, leva cerca de 20 minutos, em um ponto de carga rápida, carregando de 10 a 80%.

Compartilhe essa matéria via:

O EV9 é grande. Ele mede 5 metros de comprimento, 2 metros de largura, 1,8 metro altura e 3 metros de entre-eixos. Tem o porte de um Defender 130. O espaço interno é amplo como na van Carnival e há configuração de seis e sete lugares, sendo que na de seis os assentos são individuais, podendo os da segunda fila serem voltados para trás, configurando um arranjo de sala de estar.

Kia EV9 Village - Regional Launch Event 8
(Divulgação/Kia)

O piso é plano. E, na segunda fila, os bancos têm extensões para apoiar as pernas dos ocupantes. Na versão de sete lugares, os bancos traseiros são inteiriços, com três lugares, na segunda fila, e dois, na terceira. O porta-malas acomoda 333 litros (6 ou 7 lugares) ou 828 litros (4 ou 5 lugares).

Continua após a publicidade

A vida a bordo é facilitada pela presença de saídas de ar-condicionado em todas as posições, assim como luzes de leitura, tomadas USB e porta-objetos. O motorista tem à sua frente, uma tela de 29,6”, dividida em três seções: instrumentos, de um lado, central multimídia, do outro, e visor de controle do ar-condicionado, no centro. Há ainda head-up display e retrovisores com câmeras e visores Oled.

Poltronas giram em até 180º
Poltronas giram em até 180º (Divulgação/Kia)

Em matéria de segurança, são dez airbags e um completo pacote de sistemas de assistência ao motorista, o qual inclui sistema de faróis inteligentes, piloto automático adaptativo, alerta de ponto cego (com correção ativa), alerta de mudança involuntária de faixa (com correção ativa), sensor de fadiga, sensor de tráfego cruzado (dianteiro e traseiro), entre outros.

A versão que virá para o Brasil será a GT-Line AWD, ou seja, a mais completa. A Kia ainda não divulgou o preço. Mas, nos Estados Unidos, onde já é comercializada, essa versão custa 74.990 dólares (cerca de R$ 370.570).

Kia EV9
Espaço de sobra graças ao 3,1 m de entre-eixos (Divulgação/Kia)

O Chile é um país com estradas bem projetadas e conservadas. Até chegar ao acampamento, viajamos por cenários de cinema.

Considerado o deserto mais seco do mundo, o Atacama estrelou pelo menos dois filmes conhecidos: Diários de Motocicleta, dirigido pelo brasileiro Walter Salles, em 2004, e Quantum of Solace, da franquia de 007, em 2008.

Continua após a publicidade
Kia EV9
(Divulgação/Kia)

No test-drive do EV9, porém, não teve asfalto. Apenas as estradas de terra, que não dispunham de curvas de alta velocidade, por exemplo, mas, em compensação, serviram para demonstrar o trabalho eficiente da suspensão e o bom isolamento (acústico e contra poeira) da cabine. Foi possível também apreciar as respostas da direção, que, apesar de leve, permite uma boa interação entre o carro e o motorista.

Faltou uma experiência mais longa  com o SUV, incluindo condições de uso no asfalto, mas, ao final do evento, foi possível conhecer um pouco melhor a Kia dos novos tempos.

VEREDICTO QUATRO RODAS

O maior SUV elétrico da Kia traz o que há de mais moderno na marca, na forma, no conteúdo e no conceito. Se tiver preço competitivo,
será uma opção diante dos rivais já reconhecidos pelo mercado.

Ficha técnica – Kia EV9

Motor: elétrico, síncrono, ímãs permanentes. RWD:  um, traseiro, 217 cv, 35,7 kgfm. AWD: dois, dianteiro e traseiro, 384 cv, 71,4 kgfm
Bateria: íons de lítio, 99,8 kWh
Câmbio: automático 1 marcha, tração traseira ou 4×4
Direção: elétrica
Suspensão: McPherson (diant.), multilink (tras.)
Freios: disco ventilado nas quatro rodas
Pneus: RWD [225/70 R19 (diant.), 275/50 R20 (tras.)]; AWD [275/50R20 (diant.), 285/45 R21 (tras.)]
Dimensões: comprimento, 501,5 cm; largura, 198 cm; altura, 178 cm; entre-eixos, 310 cm; peso, 2.426 kg (RWD) e 2.569 kg (AWD); porta-malas, 333 l (6 ou 7 lugares), 828 l (4 ou 5 lugares)
Desempenho*: 0 a 100 km/h, 9,4 s (RWD), 5,3 s (AWD); velocidade máxima de 185 km/h (RWD), 200 km/h (AWD); consumo, 21 kWh/100 km (RWD), 22,8 kWh/100 km (AWD); recarga (de 10 a 80%), 20 min DC
Preço: Air RWD, US$ 54.900 (R$ 271.290); GT-Line AWD, US$ 74.990 (R$ 370.570)
* Dado de fábrica

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.