Clique e assine por apenas 8,90/mês

Fiat Toro x Renault Oroch: qual a melhor picape intermediária?

Novidades do segmento se aproximam no porte, mas são bem diferentes entre si

Por Paulo Campo Grande - Atualizado em 13 fev 2017, 16h36 - Publicado em 4 mar 2016, 13h23

Fiat Toro x Renault Duster Oroch

Além de serem as duas principais novidades no segmento de picapes, Fiat Toro e Renault Oroch têm porte intermediário, duas características em comum que podem levar o pretendente de uma a pensar na outra.  De perto, porém, elas são bem diferentes entre si. A Oroch tem motores 1.6 e 2.0 flex, enquanto a Toro tem motores 1.8 flex e 2.0 diesel. A Oroch tem câmbio manual de seis marchas. A Toro oferece câmbio manual de seis marchas e automáticos de seis e nove marchas. Apesar do porte, até nas medidas elas são diferentes: enquanto a Oroch tem 4,69 metros de comprimento, a Toro mede 4,91 metros.

Nos preços, a Oroch começa em R$ 64.000 e vai a R$ 72.400. A Toro parte de R$ 76.500 e chega a R$ 116.500. Mas, há um momento elas se aproximam, quando se compara a Toro básica (Freedom 1.8 Flex, R$ 76.500) com a Oroch top de linha (2.0 Dynamique, R$ 72.400). Veja a seguir como elas se saem em um comparativo:

Preço:

qr-674-carro-oroch-07-tif.jpeg?1444862354

Fiat Toro Flex - frente

A Renault custa menos. Com a diferença de R$ 4.100 é possível instalar o kit visual Outsider (que inclui protetor frontal com faróis adicionais, alargador de para-lamas, capota marítima e grade de proteção do vidro traseiro), na Oroch, por R$3.190 e ainda sobra R$ 910. Ponto para a Renault.

Motorização:

Continua após a publicidade

Renault Duster Oroch - Motor 2.0

Fiat Toro Flex - motor

A Oroch tem motor mais forte: 148 cv de potência e 20,9 mkgf de torque contra os 139 cv e 19,3 mkgf da Toro, sempre com etanol. Na Oroch, o câmbio é manual. Na Toro é automático. Nos não pudemos testar a Toro 1.8, já que a Fiat ainda não liberou o veículo, nem divulgou os números de consumo para fazer uma comparação. Mas a fábrica fala que ela faz de 0 a 100 km/h em 12,8 segundos, com gasolina. Já a Oroch conseguiu o tempo de 11,8 segundos, na nossa medição. Aqui dá empate: a Oroch tem melhor desempenho, mas a Toro vem com câmbio automático.

Vida a bordo:

Renault Duster Oroch - espaço traseiro

Fiat Toro - caçamba

Continua após a publicidade

No espaço interno, a Oroch transporta com mais conforto quem viaja no banco traseiro. Mas a Toro tem uma caçamba maior (830 litros contra 683 litros). Comparando as versões flex, a capacidade de carga é igual (650 kg) em ambas – a Toro turbodiesel pode levar até 1 tonelada, segundo a Fiat. Outro empate.

Equipamentos:

Ambas têm ar-condicionado, trio elétrico, piloto automático e sensor de estacionamento de série. A Oroch traz ainda central multimídia e rodas de liga-leve, como itens diferenciais. Mas a Toro conta com um pacote de segurança invejável que inclui controle de tração (ASR), controle de estabilidade (ESC) e assistente de partida em rampas, além de chave canivete e faróis e lanternas com led. Ponto para a Toro.

Estilo e acabamento:

qr-674-carro-oroch-02-tif.jpeg?1444862275

Fiat Toro Flex - painel

Continua após a publicidade

A Toro tem design mais atual e sofisticado e seu interior tem acabamento de qualidade superior, bem próximo ao do Jeep Renegade. Já a Oroch herda a simplicidade e despojamento do Duster, com falhas como a posição ruim dos botões do ar-condicionado e plásticos duros por toda a cabine. Vitória da Fiat.

Pós-venda:

As duas têm planos de revisões do preço fixo e três anos de garantia. Mas a cobertura da Fiat é extensível por mais um ou dois anos, mediante pagamento. A rede Fiat é maior, tem 600 concessionários no país, enquanto a da Renault soma 294 pontos de venda. Mais um ponto para a Toro.

Ao volante:

qr-674-carro-oroch-06-tif.jpeg?1444862329

Fiat Toro Flex - traseira

Continua após a publicidade

A Toro é mais na mão. Sua carroceria mais firme facilita o trabalho da suspensão, que é mais eficiente, e da direção, que é elétrica e leve como a de um automóvel. A Oroch, aliás, tem a direção um pouco mais dura, sua carroceria torce mais e a suspensão é mais rígida. Ponto para a Toro.

Conclusão:

Apesar de mais cara, a Toro entrega mais que sua rival e, por isso, vence o comparativo.

Ficha Técnica
Toro Freedom 1.8 Duster Oroch Dynamique
Motor: flex, diant., 4 cil., 16V, 1.747 cm3, 80,5 x 85,8 mm, 12,5:1, 138/135 cv a 5.750 rpm, 19,3/18,8 mkgf a 3.750 rpm flex, diant., 4 cil., 16V, 1.998 cm3, 82,7 x 93,0 mm, 11,2:1, 148/143 cv a 5.750 rpm, 20,9/20,2 mkgf a 4.000 rpm
Câmbio: automático, 6 marchas, tração dianteira manual, 6 marchas, tração dianteira
Direção: elétrica, 12,2 m (diâmetro de giro) hidráulica, 10,7 m (diâmetro de giro)
Suspensão: McPherson (diant.), multilink (tras.) McPherson (diant.), multilink (tras.)
Freios: discos ventilados (diant.), tambor (tras.) discos ventilados (diant.), tambor (tras.)
Pneus: 215/65 R16 215/65 R16
Peso: 1.619 kg 1.346 kg
Dimensões: comprimento, 491,5 cm; largura, 184,4 cm; altura, 168 cm; entre-eixos, 299 cm; porta-malas, 820 l; tanque de combustível, 60 l comprimento, 469,3 cm; largura, 182,1 cm; altura, 169,5 cm; entre-eixos, 282,9 cm; porta-malas, 683 l; tanque de combustível, 50 l
Publicidade