Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Em plena forma

Por Redação 21 nov 2014, 09h00

Por Péricles Malheiros

60 092 km

Cada novo carro que chega ao Longa Duração roda em uso normal até completar 1 000 km. Atingida essa quilometragem, ele é submetido a uma avaliação em nossa pista de teste, em Limeira (SP). Mais tarde, aos 60 000 km, ele retorna ao campo de provas, onde os mesmos ensaios do nascimento são repetidos. “A comparação dos resultados obtidos nas duas ocasiões pode indicar em quais pontos devemos concentrar mais atenção no desmonte, que é o último ato do carro no Longa Duração, e acontece imediatamente após o segundo teste”, diz o editor Péricles Malheiros. O 208 acaba de passar por esse segundo teste – já em clima de despedida, mas, ao que tudo indica, em plena forma.

De maneira resumida, o 208 mostrou uma evolução entre os testes raramente vista no Longa Duração: foi melhor em quase todos os ensaios das provas de desempenho (aceleração, retomada e frenagem) e, mesmo assim, se mostrou mais econômico tanto na cidade como na estrada. Conforme antecipavam as várias queixas sobre excesso de barulhos na cabine anotadas no diário de bordo do 208, houve uma piora na aferição do ruído interno.

Feitos os testes, que venha o desmonte.

Consumo

No mês: 9,7 km/l com 15,4% de rodagem na cidade
Desde ago/13: 9,2 km/l com 28,5% de rodagem na cidade
Combustível: etanol

Gastos no mês

Combustível: R$ 479

Continua após a publicidade

Publicidade