Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Correio Técnico: dá para dar cavalo de pau com freio de mão elétrico?

Sistema eletrônico conta com proteções para marotagens, mas pode ser usado em emergências

Por Paulo Campo Grande 11 jul 2019, 07h00
O freio de estacionamento elétrico pode ser usado em emergências Divulgação/Chery

Como funciona o freio de estacionamento elétrico? É possível dar cavalo de pau? – Rogério Magalhães da Silva, São Bernardo do campo (SP)

Não é possível. Os freios de estacionamento eletrônicos usam um atuador elétrico para bloquear as rodas ao toque de um botão.

Nos sistemas mais simples, um motor puxa o cabo de aço que freia o eixo traseiro, eliminando a necessidade da alavanca e da regulagem conforme as pastilhas (ou lonas) se desgastam.

Para evitar acidentes, uma proteção impede que o freio seja acionado totalmente caso alguém aperte o botão com o veículo em movimento.

No entanto, se o comando for mantido acionado, o veículo entende que se trata de uma situação de emergência e ativa gradualmente o freio de estacionamento, enquanto o ABS impede o travamento das rodas.

Continua após a publicidade
  • Por isso, sem chance de dar um cavalo de pau nesse tipo de veículo. QUATRO RODAS, inclusive, testou essa possibilidade:

    Vale ainda a lembrança, de acordo com o artigo 175 do Código de Trânsito Brasileiro:

    “Utilizar-se de veículo para demonstrar ou exibir manobra perigosa, mediante arrancada brusca, derrapagem ou frenagem com deslizamento ou arrastamento de pneus: Infração – gravíssima; penalidade – multa (R$ 2.934,70), suspensão do direito de dirigir e apreensão do veículo.”

    Tem outras dúvidas? Envie sua pergunta para correiotecnico@abril.com.br!

    Continua após a publicidade
    Publicidade