Clique e assine por apenas 5,90/mês

E se acionarmos o freio de estacionamento com o carro andando?

Assista ao teste: fomos para a pista descobrir o que acontece se o freio de estacionamento eletrônico (por botão) for acionado com o carro em movimento

Por Ulisses Cavalcante, Henrique Rodriguez - Atualizado em 17 dez 2018, 15h48 - Publicado em 4 jul 2017, 20h27
Freio de estacionamento eletrônico do Jeep Renegade
Freio de estacionamento eletrônico do Jeep Renegade divulgação/Jeep

Provavelmente você já sabe o que acontece quando a alavanca do freio de estacionamento – ou freio de mão – é puxada com o carro em movimento.

Não sabe? A gente conta. As rodas do eixo traseiro vão travar e o carro irá rodar no próprio eixo seguindo a direção do volante. É o princípio do cavalo de pau.

Mas o que acontece com os carros equipados com freio de estacionamento eletrônico – aqueles acionados por um botão?

Nesse caso, um atuador elétrico é ativado pelo controle e trava mecanicamente as rodas. Porém, esse recurso serve para manter parado um veículo que já está com a transmissão em P ou neutro (ou ponto morto).

Para descobrir o que acontece ao fazer isso com o carro em movimento, levamos um Audi Q3 para o campo de provas da Pirelli, no interior de São Paulo, e fizemos o teste. Veja:

https://www.youtube.com/watch?v=i9yr0LHb87E

Continua após a publicidade
Publicidade