Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Renault melhora (mas não muda) interior do novo Captur 1.3 turbo 2022

Reestilização do SUV compacto só rendeu material de toque macio ao painel, nova central e volante, mas o resto é o mesmo de antes

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 2 jul 2021, 17h51 - Publicado em 2 jul 2021, 17h48
Interior painel Renault Captur 2022 1.3 turbo 170 cv (
Painel ganhou parte das superfícies com “material suave ao toque”, nas palavras da Renault Divulgação/Renault

A Renault só vai lançar o novo Captur 2022 na semana que vem, mas os principais destaques da reestilização do SUV já deixaram de ser segredo. Depois de confirmar o novo motor 1.3 TCe (turbo com injeção direta) e o novo câmbio CVT de oito marchas, agora a fabricante divulgou a primeira imagem do novo interior – ou quase isso.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

Na verdade, não dá para chamar de novo. O painel é exatamente o mesmo, mas com a adição de partes com toque suave, revestido do que seria um material sintético como vinil na cor marrom. Mas, pelo que se vê na imagem, não houve qualquer alteração nos painéis das portas – aparentemente, nem na qualidade dos plásticos.

A cabine deixa a desejar com plásticos com brilho excessivo e rebarbas em alguns
Antigo painel do Renault Captur Christian Castanho/Quatro Rodas
Interior painel Renault Captur 2022 1.3 turbo 170 cv (
Nova central multimídia é maior e tem comandos físicos Divulgação/Renault

As saídas de ar-condicionado redondas foram mantidas, mas receberam aros de aço escovado maiores. Além disso, perdeu o porta-objetos no topo do painel. De diferente, mesmo, só o console central com porta-objetos maior, um aplique cromado e com uma espécie de alça com material de toque macio. Alguns comandos físicos foram transferidos para a peça.

  • Interior painel Renault Captur 2022 1.3 turbo 170 cv (4)
    Quadro de instrumentos não mudou Divulgação/Renault

    O volante é novo, ainda que seja o mesmo de Logan, Sandero e Duster, e a central multimídia é diferente, maior e com comandos físicos. Mas mantiveram o quadro de instrumentos com visor de LCD para o velocímetro e o antigo comando do ar-condicionado automático. O Duster, por sua vez, recebeu os mesmos comandos do ar-condicionado do Clio europeu no ano passado.

    Novo motor 1.3 Turbo

    Captur fará a estreia do motor 1.3 TCe de 170 cv no Brasil
    Captur fará a estreia do motor 1.3 TCe de 170 cv no Brasil Divulgação/Renault

    Importado da Espanha, o novo motor 1.3 TCe flex rende até 170 cv e 27,5 kgfm e estará sempre combinado ao novo câmbio CVT de oito marchas X-Tronic, de origem Nissan. Mas, sem ter passado por uma boa evolução na cabine, a intenção da Renault será posicionar o Captur na faixa de preço dos SUVs compactos em suas versões mais completas e não partir para cima dos médios mais baratos, como Jeep Compass, Toyota Corolla Cross e Volkswagen Taos.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

    Capa de QUATRO RODAS 746
    Continua após a publicidade
    Publicidade