Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Novo Volkswagen Jetta terá grade iluminada e tecnologia atualizada

Mercado chinês adianta futuro do Jetta, que aproveitará estilo e tecnologia de modelos como Tiguan L e Passat

Por Eduardo Passos Atualizado em 30 jul 2021, 12h25 - Publicado em 29 jul 2021, 13h19
Projeção do novo Volkswagen Jetta 2022
Projeção do novo Volkswagen Jetta 2022 KDesign/Reprodução

A Volkswagen até pode ter foco primário na eletrificação, mas o Jetta segue mais vivo do que nunca e tem novidades à vista. Assim, enquanto o Voyage sai de linha, seu “irmão” maior começa a exibir o resultado de sua reestilização.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

É o que mostram imagens vindas da China, onde nosso Jetta é vendido sob o nome Sagitar e com leves mudanças mecânicas. Nos flagras é possível notar, mesmo camuflada, a cada vez mais onipresente grade com tiras de led que partem do emblema da VW. Também há apliques cromados que dão aspecto pontilhado à grade, parecida com a do T-Cross, mas quase idêntica à do novo Passat chinês.

Mudanças na dianteira incluem grade iluminada (e com novo padrão) e faróis full led com tecnologia IQ.Light
Mudanças na dianteira incluem grade iluminada (e com novo padrão) e faróis full led com tecnologia IQ.Light Phoenix/Reprodução

Os para-choques também mudaram: o dianteiro tem entradas de ar decorativas idênticas à do Volkswagen Taos, enquanto a traseira recebeu uma peça mais esbelta e com linhas bem marcadas, harmonizadas ao porta-malas. O escape esportivo não será apenas estilo.

Como se trata de uma atualização de meia-vida, o Jetta manterá atributos mecânicos que incluem, na China, o 1.2 TSI de 105 cv e o 1.4 TSI muito usado no Brasil, com 150 cv e 25,5 kgfm. O câmbio DSG também segue inalterado.

Vendido como Sagitar, novo Jetta começa a passear pelas vias chinesas
Vendido como Sagitar, novo Jetta começa a passear pelas vias chinesas Phoenix/Reprodução

Sua cabine, porém, sugere muita tecnologia graças à gigantesca central multimídia flutuante que vai na contramão das molduras embutidas do VW Play. Com cerca de 8’’, a tela também é usada no Tiguan L, assim como o quadro de instrumentos digital de 10,25’’ que também marcará presença no sedã.

Novo Volkswagen Jetta flagrado na China (4)
Má notícia para quem não curte centrais flutuantes Phoenix/Reprodução

Mais do que entregar conforto e entretenimento, as telas também são úteis à gestão de auxílios à direção, como piloto automático adaptativo e assistente de permanência em faixa, que naturalmente serão acrescidos ao Jetta.

Tampa do porta-malas concentra maioria das alterações de meia-vida na traseira do novo Jetta
Tampa do porta-malas concentra maioria das alterações de meia-vida na traseira do novo Jetta Phoenix/Reprodução

Também haverá uso de faróis IQ.Light (os mesmos do Taos, com funcionamento adaptativo) e a camuflagem traseira levanta suspeitas de que também haverá uma fina régua iluminada entre as lanternas.

VW dedicou atenção especial à camuflagem das lanternas, sugerindo que uma régua horizontal está escondida
VW dedicou atenção especial à camuflagem das lanternas, sugerindo que uma régua horizontal está escondida Phoenix/Reprodução

Com lançamento previsto para o fim do ano na China, o Volkswagen Sagitar deverá receber, a partir de 2022, o motor 2.0 TSI do Jetta brasileiro, enfim desfilando nas ruas do país o resultado de sua harmonização facial.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Edição de julho
A edição 747 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Quatro Rodas/Quatro Rodas
Continua após a publicidade
Publicidade