Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

VW Lamando GTS: um Jetta esportivo feito na China

Baseado no Golf de sétima geração, sedã chinês conta com motor 2.0 TSI de 220 cavalos

Por Guilherme Fontana Atualizado em 23 nov 2016, 20h50 - Publicado em 31 mar 2016, 10h00
VW Lamando GTS
Volkswagen Lamando, uma espécie de “Jetta CC”, ganhou a versão esportiva GTS

A linha de sedãs da Volkswagen na China não é pequena: são nada menos que dez. Três deles (Passat, CC e Phaeton) ocupam andares superiores. Em compensação, os outros sete geram grande confusão em seus posicionamentos — nós mesmos ainda estamos tentanto entender em qual degrau fica cada um. Porém, mesmo com a casa cheia, um deles tem se destacado no mercado chinês, o Lamando, que acaba de ganhar a versão GTS.

O posicionamento do Lamando é relativamente simples. Ele está para o Jetta assim como o CC está para o Passat. Ou seja, podemos arriscar que, conceitualmente, ele é um “Jetta CC” — mas só em tese, uma vez que o estilo do sedã em nada remete a um cupê. Baseado no conceito NMC, de 2014, o modelo tem linhas mais dinâmicas em relação ao Jetta brasileiro (na China, ele é conhecido por New Sagitar).

Na dianteira, o para-choque tem aspecto esportivo e os faróis são dotados de leds. A traseira lembra a do atual Passat. No caso da versão GTS, a dianteira tem maiores aberturas e a traseira ganha falsas saídas de ar no para-choque, aerofólio e lanternas escurecidas. As rodas de 18 polegadas e acabamento diamantado também são novas. O interior é totalmente inspirado na dupla Golf/Jetta, com traços horizontais, visual limpo, além de bons materiais e arremates. 

VW Lamando GTS
Mais do que apenas visual esportivo, a versão adiciona motor 2.0 TSI de 220 cv

A mecânica do Lamando também guarda semelhanças com o “irmão” Jetta. A versão de entrada é equipada com um motor 1.4 TSI com 131 cv de potência e 22,5 mkgf de torque, equipado com câmbio manual de cinco marchas. As configurações intermediárias passam a ter o mesmo motor, porém com 150 cv e câmbio DSG de sete velocidades. A topo de linha tem um motor 1.8 turbo de 180 cv e 33 mkgf, também com câmbio DSG de sete marchas. Por fim, a nova versão GTS ganha um 2.0 TSI de 220 cv e 35,5 mkgf. O câmbio é o mesmo das anteriores. 

Curiosamente, apesar das semelhanças e ligações, o Lamando não usa a mesma base do Jetta. Ele é produzido a partir da plataforma do Golf de sétima geração, enquanto o outro se sustenta sobre a plataforma do Golf de sexta geração. É fabricado na China pela joint-venture Shangai-Volkswagen. E ao contrário do Santana, cotado para vir ao Brasil em 2017, não deverá nunca dar as caras por aqui.

Continua após a publicidade
Publicidade