Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

VW investirá 50,2 bi de euros até 2015

Filial brasileira diz que não receberá recursos desta vez

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 12h09 - Publicado em 23 nov 2012, 16h19
fabricantes

O Grupo Volkswagen anunciou nesta sexta-feira, 23 de novembro, um investimento no valor de 50,2 bilhões de euros em sua divisão de veículos nos próximos três anos. A liberação do montante faz parte do plano de investimentos previsto para entre 2013 e 2015, já aprovado pelo conselho administrativo e pelo CEO da VW, Martin Winterkorn.

“Apesar do ambiente econômico desafiador, estamos investindo valores inéditos para atingir nossos objetivos a longo prazo. O montante será fundamental para fortalecer o desenvolvimento de novas tecnologias do Grupo VW e nos dará força para brigar por nossos objetivos no futuro”, declarou o presidente da Volkswagen, Martin Winterkorn.

Os investimentos em propriedades, plantas e maquinários serão de 39,2 bilhões de euros, sendo que 60% do valor total será direcionado à Alemanha. “Esta decisão assegura que nossas 27 plantas espalhadas pelo território alemão permaneçam na liderança quando se fala em inovação e competitividade mundial”, afirmou.

Além deste montante, a VW também investirá 14,5 bilhões de euros nos próximos três anos, a serem aplicados nas outras marcas do conglomerado alemão. A expansão da planta da Porsche em Leipzig (preparando a produção do futuro utilitário esportivo Macan) e a construção de uma nova fábrica da Audi no México estão entre as prioridades.

Procurada pela reportagem de QUATRO RODAS, a assessoria de imprensa da Volkswagen do Brasil afirmou que ainda não há novos investimentos previstos para o Brasil. Vale ressaltar que a empresa já anunciou o investimento de 742,8 milhões de reais na ampliação e modernização das plantas de Taubaté (427,8 milhões de reais a serem aplicados no setor de pintura) e São Carlos (315 milhões de reais), que fabrica motores.

Poucos meses antes, em julho, o BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) aprovou um empréstimo de 342 milhões de reais para a montadora. O valor será investido no desenvolvimento de dois novos modelos nacionais – possivelmente o compacto Up! e o sedã compacto Santana -, reestilização de outros veículos e a implantação projetos sociais em torno das fábricas situadas no ABC Paulista e no Paraná.

Continua após a publicidade

Publicidade