Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

VW Amarok ficará mais equipada e segura no Brasil, mas sem nova geração

Picape importada da Argentina terá atualização profunda e ganhará novos equipamentos. Nova geração será feita na África em parceria com a Ford

Por Lukas Kenji 4 Maio 2022, 18h13

A Volkswagen Amarok fabricada na Argentina e vendida no Brasil vai passar por um processo de modernização e ficará mais segura e mais equipada. Mas isso não significa que a nova geração da picape será vendida por aqui.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

Segundo o CEO da Volkswagen para a América do Sul, Pablo Di Si, o modelo que foi lançado em 2010 será atualizado para continuar a venda em toda a América Latina por mais alguns anos. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 4, em evento realizado na fábrica de Pacheco, Argentina, onde a picape média é produzida.

A declaração do executivo, que acumulava a presidência da VW do Brasil até a virada do ano, leva a crer que a região vai permanecer com a atual geração da picape, em detrimento de um projeto totalmente novo, que já está em desenvolvimento. Flagrado em testes na semana passada, ele é elaborado em parceria com a Ford em uma fábrica na África do Sul.

Amarok Extreme Black Style

Isso quer dizer que a segunda geração da Amarok será uma irmã da nova Ranger. A diferença é que o projeto da Ford já foi confirmado para ser fabricado na Argentina e vendido no Brasil, e deve chegar às lojas em 2023.

Continua após a publicidade

Compartilhe essa matéria via:

 

Já o projeto latino da Amarok será um facelift profundo da primeira geração. Esse esforço será viabilizado por um investimento de 250 milhões de dólares (cerca de R$ 1,2 bilhão) na fábrica de Pacheco.

Embora não seja um projeto totalmente novo, as otimizações na Amarok são bem-vindas, principalmente em relação à segurança. Atualmente, o a picapes é uma das poucas do segmento a ficar devendo itens como sistema de frenagem de emergência, monitor de ponto cego e sistema de permanência em faixa. Em contrapartida, há rivais que já dispõem de piloto automático adaptativo e câmera 360º.

Nova Amarok ainda está em camuflagem
Cada vez mais parecida com a Ranger, Amarok agora tem a mesma largura. Divulgação/Volkswagen

O investimento na Argentina vai contemplar, ainda, outro modelo vendido no Brasil. Isso porque será instalada uma nova linha de estamparia dedicada ao Taos, o que visa ampliar o índice de peças nacionais do SUV.

Mas a maior importância do montante que será desembolsado até 2026 tem como destino a produção de motos da Ducati. Durante o evento, foi exibida uma Scrambler com as cores da bandeira argentina.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês