Clique e assine por apenas 5,90/mês

Volkswagen ID.4 é novo elétrico ‘anti-Tesla’ alemão que pode vir ao Brasil

Novo ID.4 tem motor elétrico de 204 cv, tração traseira e chances de vir ao Brasil

Por Igor Macário - Atualizado em 23 set 2020, 21h07 - Publicado em 23 set 2020, 20h18
ID.4 tem visual imponente e se destaca de restante da gama Divulgação/Volkswagen

A Volkswagen enfim mostrou por completo o segundo modelo de sua nova gama de elétricos, o crossover ID.4. O modelo usa a mesma plataforma modular MEB do hatch ID.3, mas tem proporções um bocado maiores, além de um visual inedito na gama Volkswagen.

O modelo, aliás, é cotado para ser o primeiro carro da linha de elétricos a vir ao Brasil, conforme QUATRO RODAS antecipou.

O ID.4, lançado como linha 2021, vem com um pacote de baterias de 82 kWh, maior do que rivais como Chevrolet Bolt, Kia Niro e até que o Ford Mustang Mach-E. Só que a autonomia fica na média desses modelos, chegando aos 402 km. Bolt e Kona rodam um pouco mais, encostando nos 420 km.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine por apenas R$ 8.90

O motor é o mesmo do ID.3, com 204 cv e 31,5 kgfm de torque enviados às rodas traseiras. Curiosamente, apesar da potência parecida, o motor do Volkswagen entrega bem menos torque que os rivais, que chegam a ultrapassar os 40 kgfm. Ao que tudo indica, quem quiser mais desempenho deverá esperar a versão com dois motores, capaz de entregar 306 cv e que virá com tração integral e modos esportivos.

Divulgação/Volkswagen

Por fora, o ID.4 chama atenção pelo visual moderno e bem diferente dos SUVs convencionais da Volkswagen. As linhas têm curvas que remetem a modelos clássicos da marca e dão ao modelo um ar menos sisudo. Há lanternas de led e uma dianteira limpa, sem grade frontal. Um pacote opcional pode adicionar até mesmo iluminação ao logo na dianteira.

Dentro, o tema futurista continua, com o interior herdado do ID.3. À frente do motorista, uma relativamente pequena tela de 5,3 polegadas serve aos instrumentos. As informações mostradas ali são esparsas, com apenas velocímetro, nível de carga e autonomia.

Continua após a publicidade
Divulgação/Volkswagen

O restante fica concentrado na tela maior, de 10 polegadas, do sistema de entretenimento. Ela comanda ar-condicionado, navegador e sistema de som, e pode ter ainda 12 polegadas opcionalmente. O sistema pode ainda receber comandos por gestos e há botões físicos redundantes para alguns comandos simples do ar-condicionado.

Como a alavanca de câmbio fica montada atrás do volante, há um enorme vão para objetos entre os bancos da frente, onde ficaria o console central. Há entradas USB-C, porta-copos e carregador por indução para os ocupantes dali.

Divulgação/Volkswagen

O espaço para bagagens também chama atenção no VW ID.4. Atrás da segunda fileira há um porta-malas com 850 litros, que pode chegar a 1.800 com os bancos traseiros rebatidos.

A lista de itens de segurança é longa, com monitores de ponto cego, frenagem automática, detecção de pedestres e controle de cruzeiro adaptativo. Há ainda reconhecimento de placas de trânsito e assistentes de estacionamento.

Divulgação/Volkswagen

Nos Estados Unidos, o ID.4 partirá de US$ 39.995, cerca de R$ 224.000 em conversão direta. O pacote básico traz rodas de 19 polegadas, bancos de tecido e interior com detalhes preto brilhante.

Inicialmente, há apenas dois pacotes de opcionais. O Statement, de US$ 4.500, que inclui emblemas iluminados, multimídia maior e faróis adaptativos, e o Gradient, de US$ 1.500, com rodas de 20 polegadas, teto preto e detalhes externos prata, como no carro das fotos.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Quatro Rodas

Quatro Rodas 737 60 anos
Clique e Assine
Continua após a publicidade
Publicidade