Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Volkswagen estuda comercializar o híbrido Golf GTE no Brasil

Ainda sem data de lançamento ou preço estimados, o modelo já roda em testes no país

Por Guilherme Fontana Atualizado em 9 nov 2016, 14h45 - Publicado em 23 nov 2015, 16h22
fabricantes

A presença do Golf GTE no último Salão do Automóvel de São Paulo, em 2014, parece não ter sido por acaso. O supervisor de desenvolvimento estratégico da Volkswagen no Brasil, Marco Antônio Bottacin, revelou ao informativo Automotive Business o interesse da marca em comercializar o modelo por aqui. Ainda não há, porém, estimativas para a data de lançamento e/ou para o preço final do modelo. “Não temos prazo, está tudo em estudo. Precisamos verificar a viabilidade técnica e econômica de vender o Golf GTE aqui”, apontou Bottacin.

LEIA MAIS:

– Impressões: Volkswagen Golf GTE

– Volkswagen Golf GTE Sport concept abusa do futurismo

No Brasil, onde já está em testes, a viabilidade de importação do modelo deve melhorar devido à isenção do imposto de importação para veículos elétricos e híbridos plug-in, como é o caso do GTE. Com isso, o preço final (ainda sem estimativa) pode ser reduzido em até 30%. Outra vantagem é a melhoria do status da marca no atual regime automotivo do Inovar-Auto, que mede a eficiência energética da frota vendida no Brasil. Caso o índice de eficiência ultrapasse o mínimo exigido, a fabricante ganhará desconto adicional na alíquota de IPI.

665-golf-05.jpeg

Por último, o modelo poderá ajudar a limpar a imagem da marca após o escândalo do dieselgate, onde ao menos 11 milhões de veículos do Grupo Volkswagen tiveram seus níveis de emissões fraudados por softwares instalados – na semana passada, foi noticiado que motores a gasolina também estão envolvidos na fraude.

O Golf GTE, ao contrário do estereótipo dos carros híbridos, tem vocação esportiva. O conjunto híbrido é formado por um motor 1.4 TSI de 150 cv de potência combinado a um elétrico de 102 cv, resultando em um pico de 205 cv e 35,7 mkgf de torque. Com câmbio DSG de seis marchas, o hatch vai de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos, chegando a 222 km/h de velocidade máxima.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês