Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Último Dodge Challenger estreia em março e terá aceleração impressionante

Teasers misteriosos podem ter dado pistas sobre o novo Challenger, entre elas o seu quarto de milha e a possibilidade de rodar com combustível E85

Por João Vitor Ferreira
17 mar 2023, 19h47

A Dodge está pirando nos teasers do último Challenger. Até agora, a marca postou três vídeos em animação que mostram um Leprechaun – ou duende, se preferir – transformando-se em uma versão mais demoníaca e que solta algumas informações confusas sobre o carro.

No primeiro vídeo, o inocente duende injeta um líquido misterioso – que parece algum combustível – em suas veias, como se fosse soro hospitalar. Depois disso vem a transformação. O segundo vídeo mostra uma comparação em uma balança entre Leprechaun bonzinho e a sua versão “envenenada”. A diferença mostrada no visor mostra “7,1 lb”, que deve ser o ganho de torque que a nova geração do Challenger terá. Convertendo, são 3,2 kgfm. 

No terceiro vídeo, postado na última sexta-feira, a criatura dá um grito poderoso, mas que na verdade é o ronco de um motor. O aparelho em sua frente, que parece um anemômetro (equipamento meteorológico usado para mensurar a velocidade e a direção do vento) mostra uma equação: “105@(3.02×2.88)=”. O resultado surge logo depois do grito e mostra o número 1.582.

Algumas teorias começaram a surgir para tentar entender o que são esses números. O Motor1 apontou que o ‘105’ pode fazer referência à octanagem do motor, levando a entender que o Challenger aceitará combustível E85. Lembra do líquido misterioso responsável pela transformação do duende?

Se resolvermos a equação dentro do parênteses temos o resultado “8,9996”. Esse seria o tempo no quarto de milha do Challenger, menor que os 9,65 do Challenger Demon. Por fim, o resultado “1.582” é o que está gerando mais confusão.

Compartilhe essa matéria via:

Suspeita-se que possa ser a potência, o que é menos provável, afinal, colocaria o Challenger no mesmo patamar de hiperesportivos como o Bugatti Chiron ou Koenigsegg Jesko, ambos de 1.600 cv. O mais plausível, porém, é que o número 1.582 represente o fluxo de ar do motor medido em pés cúbicos por minuto (CFM). 

Continua após a publicidade

Convertendo para metros cúbicos por minuto, daria o valor de 44,79 CMM. O Challenger Demon tinha um fluxo de ar de 32,56 CMM, o que mostra um aumento mais plausível, já que a nova geração terá um motor maior, mas que não chega a ser equiparável a um hiperesportivo.

Seu lugar é na pista, mas há artimanhas para mantê-lo nas ruas

A verdade sobre todos esses números só saberemos daqui uma semana. O novo e último Dodge Challenger será apresentado em Las Vegas, nos Estados Unidos, na próxima segunda-feira, dia 20 de março.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.