Clique e assine por apenas 5,90/mês

Toyota Yaris 2020 deixa de ter rodas de liga leve em versões para PcD

Versão XL, tanto na carroceria hatch quanto na sedã e tanto com câmbio manual quanto CVT, passa a ver com jogo de aço com calotas

Por Redação - 21 ago 2019, 16h23
Toyota Yaris XL 1.3 CVT 2020 e as discretas rodas aro 15 com calota Reprodução/Toyota

O consumidor que acompanha o mercado de veículos voltados ao público PcD já conhece as artimanhas que as fabricantes usam para manter seus carros dentro do teto de R$ 70 mil.

A Toyota ampliou um pouco mais essa estratégia na linha 2020 dos compactos Yaris e Yaris Sedan.

Se por um lado a família ganhou central multimídia com projeção de celulares nas versões mais caras, por outro abandonou as rodas de liga leve nas versões voltadas às pessoas com deficiência.

Estamos falando do Yaris XL 1.3 CVT e do Yaris XL 1.5 CVT, vendidos respectivamente a R$ 68.590 e R$ 69.990. A mudança também se aplica às versões equivalentes com câmbio manual de hatch (R$ 66.490) e sedã (R$ 68.490).

No lugar do conjunto de liga leve aro 15, o Yaris XL passou a trazer de série rodas de aço com calota de mesmo diâmetro, com calotas na cor prata.

No caso do Yaris XL com três volumes, também deixou de ser oferecido o retrovisor interno antiofuscante, que já não existia na versão homônima do hatchback.

O Yaris XL continua a vir de série com: controles de estabilidade e tração com assistente de partida em rampas; faróis com acendimento automático e ajuste de altura do facho; faróis e lanternas de neblina; direção elétrica progressiva; ar-condicionado manual; controle de cruzeiro; bancos com ganchos Isofix para cadeirinhas infantis; sistema de som com rádio, toca-CD, MP3, entrada USB e Bluetooth.

Continua após a publicidade
Publicidade